F1: Entenda mudança no contrato de Verstappen que abriu a porta para uma possível saída da Red Bull

Há alguns meses, a perspectiva de Max Verstappen pilotar para outra equipe que não a Red Bull na Fórmula 1 no próximo ano parecia improvável. No entanto, o cenário já não é mais o mesmo

Max Verstappen, Red Bull Racing

LAT Images

Motorsport.com's Prime content

The best content from Motorsport.com Prime, our subscription service. <a href="https://www.motorsport.com/prime/">Subscribe here</a> to get access to all the features.

Com um contrato de longo prazo que, em teoria, o comprometia com a Red Bull até 2028, e outro carro dominante sob seu comando, não parecia haver razão para o holandês ser tentado a sair da equipe. Mas, em meio à batalha de poder que eclodiu na Red Bull pelo controle da equipe de Fórmula 1 em meio às consequências da investigação de Christian Horner, a situação mudou muito. Um cláusula recentemente adicionada pode facilitar a saída do piloto da equipe.

Os temores do pai de Max Verstappen, Jos, de que a Red Bull corresse o risco de ser "despedaçada" se Horner continuasse no cargo, desencadearam sugestões de que havia dúvidas sobre a permanência do tricampeão mundial a longo prazo se não houvesse nenhuma mudança no comando.

Leia também:

Em seguida, as coisas tomaram outro rumo no GP da Arábia Saudita, quando o próprio piloto avisou que provavelmente sairia se o conselheiro da Red Bull, Helmut Marko, fosse demitido pela equipe. Marko está sendo investigado após acusação de vazar informações para a mídia.

Não havia muita dúvida, com base nos comentários repetidos que ele fez durante o fim de semana em Jeddah, de que seu futuro na Red Bull só estaria garantido se Marko continuasse fazendo parte da equipe.

"Acho que deixei bem claro que ele sempre tem que ficar", disse Verstappen sobre Marko. "Todo mundo tem seu próprio papel, e é assim que sempre foi."

"E, é claro, depois da morte de Dietrich [Mateschitz], algumas dessas tarefas foram divididas. Eu sempre disse que Helmut deve permanecer no futuro, enquanto estiver vivo. Sempre fui muito claro sobre isso, como no ano passado, depois do Catar. E espero que isso não mude.", declarou Verstappen.

Max Verstappen, Red Bull Racing

Max Verstappen, Red Bull Racing

Foto de: Shameem Fahath

Mas, embora seus sentimentos tenham sido claros, os contratos na F1 são coisas bastante robustas - e não cabe aos pilotos decidir que, de repente, querem abandonar a equipe porque não gostam de certas coisas que acontecem dentro do time.

Muitas vezes, a única maneira de sair dos contratos é por meio de cláusulas de saída específicas, que só podem ser acionadas por motivos claros com os quais ambas as partes se comprometeram no momento da assinatura do contrato.

Às vezes, as cláusulas podem ser ativadas com base no desempenho, de modo que um piloto é dispensado se não atingir uma meta específica, ou pode sair se o carro da equipe não estiver à altura e não apresentar determinados resultados.

Também podem ser incluídas cláusulas de interrupção que oferecem liberdade total. Na Mercedes, Lewis Hamilton tinha uma cláusula de saída em seu contrato original de dois anos com a Mercedes para 2024/2025, que foi ativada para permitir que ele assinasse com a Ferrari no próximo ano.

Ocasionalmente, no entanto, as cláusulas de rescisão podem estar relacionadas a detalhes mais específicos - e isso pode incluir dar aos pilotos uma saída se houver mudanças no comando. O Motorsport.com está ciente de outros contratos de pilotos que incluíram esses detalhes.

No caso de Verstappen, nas últimas semanas, ficou claro que o holandês realmente tem uma cláusula em seu contrato que lhe permitiria sair se Marko fosse demitido.

Christian Horner, Team Principal, Red Bull Racing, Helmut Marko, Consultant, Red Bull Racing

Christian Horner, chefe de equipe da Red Bull Racing, Helmut Marko, consultor da Red Bull Racing

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

Isso explicaria por que ele foi tão claro em seus comentários de que, se o veterano austríaco não estiver mais na mira da Red Bull, seu futuro provavelmente será em outro lugar.

Mas o que talvez seja mais intrigante sobre essa cláusula de saída de Marko é que, de acordo com fontes, ela não fazia parte do contrato original que Verstappen e a Red Bull assinaram em 2022.

Em vez disso, entende-se que a cláusula faz parte de um adendo ao contrato que foi adicionado mais recentemente.

E, o que é ainda mais intrigante, foi revelado por pessoas de dentro da equipe que esse adendo ao contrato original foi colocado em prática unilateralmente pelos Verstappen e Marko sem que a equipe de F1 da Red Bull, nem Horner, soubessem de nada na época.

Marko pôde fazer isso porque é um dos dois diretores da Red Bull Racing e, portanto, pode agir em nome da equipe. A existência da cláusula parece ter se tornado de conhecimento geral apenas nas últimas semanas, quando o futuro de Verstappen se tornou um tópico de debate público e a presença da cláusula foi mencionada abertamente.

A Red Bull se recusou a comentar sobre a situação em torno de como ou quando essa cláusula foi incluída no contrato, mas sua presença sugere que foi uma forma de Marko proteger sua posição e Verstappen garantir sua segurança em relação à gerência.

Isso também significa que Verstappen tem uma saída muito clara da Red Bull, se necessário, o que prova que seu discurso de dedicação a Marko é verdadeiro.

Como ele disse recentemente sobre a estrutura de gerenciamento dentro da equipe ser mais importante do que pilotar o carro mais rápido da F1, Verstappen disse: "Você sabe o que é isso?

"No final das contas, o que importa é o relacionamento dentro da equipe e a comunicação. Se coisas que são muito importantes para você desaparecerem na equipe, seria uma situação inviável se isso acontecesse. Sempre fui muito aberto em relação a isso, e todos sabem disso.", disse. 

Não é de se admirar que equipes rivais como a Mercedes e a Aston Martin estejam de olho nos últimos acontecimentos da Red Bull, pois sabem que pode haver uma chance de ouro de conseguir seu piloto estrela para o próximo ano.

Quem MAIS ENTENDE do carro da RBR? Em meio a RUMORES, Rico Penteado DETALHA como funciona a equipe

Confira o episódio de estreia do PÓDIO CAST, o novo videocast sobre motociclismo!

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Podcast #273 - Quem está fazendo 'hora-extra' na F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Red Bull diz que design do RB20 foi "a última cartada"
Próximo artigo Ecclestone: "Pensei que a Fórmula E não duraria muito, mas ela está no mesmo nível da F1".

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil