Raio-X: de Jordan a Aston Martin, conheça as origens da nova casa de Vettel e veja como a equipe estará em 2021

Motorsport.com faz um panorama do que esperar do novo lar do tetracampeão e relembra a história da equipe e da montadora

Raio-X: de Jordan a Aston Martin, conheça as origens da nova casa de Vettel e veja como a equipe estará em 2021

Depois de uma longa novela em 2020, a Racing Point encerrou eternos rumores na Fórmula 1 e confirmou a contratação de Sebastian Vettel para 2021. Com isso, a futura Aston Martin será representada por um tetracampeão em sua nova empreitada na F1. 

O editor recomenda:

O alemão sairá da tradicional Ferrari para liderar um projeto ambicioso na categoria máxima do automobilismo mundial. Além de ter o apoio da montadora britânica no ano que vem, o time de Silverstone seguirá com os investimentos de Lawrence Stroll e companhia em 2021.

Mas o que já se sabe em relação ao que a Racing Point/Aston Martin apresentará no próximo campeonato? É o que o Motorsport.com explica neste especial, que também relembra a origem da equipe pela qual Vettel correrá na temporada que vem.

Companheiro de equipe

Lance Stroll, Racing Point

Lance Stroll, Racing Point

Photo by: Glenn Dunbar / Motorsport Images

A permanência do canadense Lance Stroll em 2021 ainda não foi anunciada de forma oficial, mas já se sabe que o 'filho do dono' segue na equipe no ano que vem. No último fim de semana, o piloto completou o pódio do GP da Itália.

Stroll também já ficou em terceiro em uma outra ocasião: no GP do Azerbaijão de 2017. Na época, ele corria pela Williams, na qual ficou até o fim de 2018. No ano seguinte, foi para a Racing Point. Sua melhor posição de largada foi um segundo lugar, na Itália, há três anos.

Parceria técnica com a Mercedes

Mercedes logo

Mercedes logo

Photo by: Steve Etherington / Motorsport Images

A Racing Point tem parceria técnica com a Mercedes, que fornece peças e motores, desde 2018. Na prática, o acordo é ainda mais antigo, já que a montadora germânica equipava o carro da Force India, antecessora do time rosa, desde 2009. Assim, as unidades de potência alemãs devem igualmente impulsionar a Aston Martin, que já usou os motores da Mercedes em outras categorias e até em carros de rua.

Além disso, a montadora germânica é acionista da marca britânica. Aliás, o comandante das Flechas de Prata na F1, o austríaco Toto Wolff, é outro detentor de 'fatias' da tradicional fabricante inglesa. Sem contar com Lawrence Stroll, claro.

'Time de fábrica'

Aston Martin logo

Aston Martin logo

Photo by: Alexander Trienitz

Apesar dos laços com a Mercedes, o 'fator Aston Martin' muda o time da Grã-Bretanha de patamar. Entretanto, não será a 'primeira vez' da histórica montadora na elite do esporte a motor mundial.

Com motores e chassis próprios, a equipe da Inglaterra participou de corridas esporádicas em algumas corridas da F1 entre 1959 e 1960 e teve dois sextos lugares do britânico Roy Salvadori como melhores resultados. Um deles foi justamente em Silverstone, no ano de estreia.

Assim, a Aston Martin voltará à F1 depois de praticamente seis décadas 'distante' da categoria. 'Distante' em partes, já que, por questões de marketing, a marca está no nome da Red Bull desde 2016. Agora, porém, o envolvimento com a F1 terá outro nível. Bom para Vettel...

A origem da Racing Point/Aston Martin

Damon Hill, Jordan

Damon Hill, Jordan

Photo by: Sutton Images

Lawrence Stroll 'criou' a Racing Point no meio de 2018, quando liderou o consórcio de investidores que comprou a Force India. Na época, o time havia declarado falência. Até o fim daquele ano, a equipe se chamou Racing Point Force India. Depois, só Racing Point.

Entretanto, a história é mais antiga. Antes de ser comprada pelo indiano Vijay Mallya, a equipe se chamou Spyker e tinha bandeira holandesa em 2007. Na temporada anterior, atendia por Midland e representava a Rússia.

A verdadeira origem, porém, é anglófona. O surgimento da futura Aston Martin remonta à irlandesa Jordan, que marcou na época na F1 entre 1991 e 2005, com direito a ídolos brasileiros e campeões mundiais entre seus pilotos. 

Entre eles, o heptacampeão Michael Schumacher. O alemão fez sua estreia na categoria pela Jordan no GP da Bélgica de 1991 e foi tão bem que logo assinou com a Benetton. Além de Schumi, seu rival Damon Hill, campeão de 1996 com a Williams

O britânico correu pelo time de Eddie Jordan entre 1998 e 1999 e deu à equipe irlandesa sua primeira vitória na F1 no tumultuado GP da Bélgica de 1998. Os outros vencedores da escuderia foram o alemão Heinz-Harald Frentzen e o italiano Giancarlo Fisichella, que triunfou em São Paulo em 2003. Falando em Brasil, a Jordan contou com Rubens Barrichello, Mauricio Gugelmin, Ricardo Zonta e Roberto 'Pupo' Moreno como pilotos. 

De Jordan a Racing Point, veja todos os carros do time na F1 (visualização em lista):

Michael Schumacher, Jordan, 1991

Michael Schumacher, Jordan, 1991
1/31

Foto de: Rainer W. Schlegelmilch

Mauricio Gugelmin, Jordan, 1992

Mauricio Gugelmin, Jordan, 1992
2/31

Foto de: Sutton Motorsport Images

Marco Apicella, Jordan, 1993

 Marco Apicella, Jordan, 1993
3/31

Foto de: LAT Images

Rubens Barrichello, Jordan, 1994

 Rubens Barrichello, Jordan, 1994
4/31

Foto de: Sutton Motorsport Images

Rubens Barrichello, Jordan, 1995

Rubens Barrichello, Jordan, 1995
5/31

Foto de: LAT Images

Rubens Barrichello, Jordan, 1996

Rubens Barrichello, Jordan, 1996
6/31

Foto de: LAT Images

Giancarlo Fisichella, Jordan, 1997

 Giancarlo Fisichella, Jordan, 1997
7/31

Foto de: LAT Images

Ralf Schumacher, Jordan, 1998

 Ralf Schumacher, Jordan, 1998
8/31

Foto de: Steve Etherington / Motorsport Images

Heinz-Harald Frentzen, Jordan, 1999

 Heinz-Harald Frentzen, Jordan, 1999
9/31

Foto de: Sutton Motorsport Images

Heinz-Harald Frentzen, Jordan, 2000

 Heinz-Harald Frentzen, Jordan, 2000
10/31

Foto de: LAT Images

Heinz-Harald Frentzen, Jordan, 2000

 Heinz-Harald Frentzen, Jordan, 2000
11/31

Foto de: XPB Images

Giancarlo Fisichella, Jordan, 2000

Giancarlo Fisichella, Jordan, 2000
12/31

Foto de: XPB Images

Jarno Trulli, Jordan, 2001

Jarno Trulli, Jordan, 2001
13/31

Foto de: LAT Images

Takuma Sato, Jordan, 2002

 Takuma Sato, Jordan, 2002
14/31

Foto de: LAT Images

Giancarlo Fisichella, Jordan, 2003

Giancarlo Fisichella, Jordan, 2003
15/31

Foto de: LAT Images

Giorgio Pantano, Jordan, 2004

 Giorgio Pantano, Jordan, 2004
16/31

Foto de: LAT Images

Narain Karthikeyan, Jordan, 2005

 Narain Karthikeyan, Jordan, 2005
17/31

Foto de: LAT Images

Midland, 2006; Pilotos: Tiago Monteiro e Christijan Albers

Midland, 2006; Pilotos: Tiago Monteiro e Christijan Albers
18/31

Foto de: XPB Images

Últimos três GPs da temporada já disputados como Spyker MF1 Racing

Spyker, 2007; Pilotos: Christijan Albers, Adrian Sutil, Markus Winkelhock e Sakon Yamamoto

Spyker, 2007; Pilotos: Christijan Albers, Adrian Sutil, Markus Winkelhock e Sakon Yamamoto
19/31

Foto de: Crash Media Group Ltd.

Adrian Sutil, Force India, 2008

Adrian Sutil, Force India, 2008
20/31

Foto de: James Moy

Adrian Sutil, Force India, 2009

 Adrian Sutil, Force India, 2009
21/31

Foto de: Andrew Ferraro / Motorsport Images

Adrian Sutil, Force India, 2010

Adrian Sutil, Force India, 2010
22/31

Foto de: Sutton Motorsport Images

Adrian Sutil, Force India, 2011

 Adrian Sutil, Force India, 2011
23/31

Foto de: Hazrin Yeob Men Shah

Nico Hulkenberg, Force India, 2012

 Nico Hulkenberg, Force India, 2012
24/31

Foto de: Charles Coates / Motorsport Images

Paul di Resta, Force India, 2013

 Paul di Resta, Force India, 2013
25/31

Foto de: Patrik Lundin / Motorsport Images

Nico Hulkenberg, Sahara Force India, 2014

 Nico Hulkenberg, Sahara Force India, 2014
26/31

Foto de: XPB Images

Nico Hulkenberg, Sahara Force India, 2015

 Nico Hulkenberg, Sahara Force India, 2015
27/31

Foto de: Glenn Dunbar / Motorsport Images

Sergio Pérez, Force India, 2016

 Sergio Pérez, Force India, 2016
28/31

Foto de: Sutton Motorsport Images

Sergio Pérez, Force India, 2017

 Sergio Pérez, Force India, 2017
29/31

Foto de: Sutton Motorsport Images

Lance Stroll, Force India/Racing Point, 2018

 Lance Stroll, Force India/Racing Point, 2018
30/31

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

Sergio Pérez, Racing Point, 2019

Sergio Pérez, Racing Point, 2019
31/31

Foto de: Glenn Dunbar / Motorsport Images

VÍDEO: Sem Vettel e em crise, Ferrari vive o caos na Fórmula 1; Reginaldo Leme analisa

Podcast #066 - Vitória de Gasly prova que F1 é ambiente ‘onde os fracos não têm vez’?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Racing Point contesta Pérez e diz que mexicano "estava ciente" da negociação com Vettel

Artigo anterior

F1: Racing Point contesta Pérez e diz que mexicano "estava ciente" da negociação com Vettel

Próximo artigo

F1: McLaren testa novo bico em Mugello inspirado pela Mercedes

F1: McLaren testa novo bico em Mugello inspirado pela Mercedes
Carregar comentários