F1: FIA rejeita segundo protesto da Mercedes e Verstappen é confirmado como campeão de 2021

Escuderia alemã entrou com recurso por conta do procedimento de relargada com safety car no fim do GP de Abu Dhabi, mas sem resultado efetivo

F1: FIA rejeita segundo protesto da Mercedes e Verstappen é confirmado como campeão de 2021
Carregar reprodutor de áudio

Os comissários da FIA confirmaram que o protesto da Mercedes sobre o reinício da decisão do título da Fórmula 1 em Abu Dhabi não foi mantido. A escuderia alemã apresentou dois recursos à direção de prova após o polêmico final da corrida no Circuito Yas Marina, incluindo um sobre o recomeço da corrida com uma volta restante.

Max Verstappen ultrapassou Lewis Hamilton na última volta para ganhar a prova e o campeonato depois que o diretor da prova, Michael Masi, trouxe o safety car para os boxes com uma volta para o final.

Leia também:

A Mercedes alegou que isso era uma violação dos regulamentos esportivos da FIA e solicitou que os resultados fossem mudados para o final da penúltima volta, mas os comissários rejeitaram o protesto. Isso significa que Verstappen é formalmente o vencedor da corrida e o campeão dos pilotos de 2021. A equipe de Brackley ainda não comentou se tomará outras providências sobre a decisão.

Eles argumentaram que houve uma violação do Artigo 48.12 dos regulamentos que afirmam que "quaisquer retardatários serão obrigados a ultrapassar os adversários para a volta do líder e do safety car" e "assim que o último retardatário tiver ultrapassado o líder, o carro de segurança voltará aos boxes no final da volta seguinte."

Os comissários disseram que, embora esse artigo possa não ter sido "aplicado totalmente", pois o safety car veio no final da mesma volta, "o artigo 48.13 substitui isso e uma vez que a mensagem 'Safety Car nesta volta' foi exibida, é obrigatório retirá-lo no final da volta.

"Não obstante, a solicitação da Mercedes para que os comissários corrijam o assunto alterando a classificação para refletir as posições no final da penúltima volta, isso estaria efetivamente encurtando a corrida retrospectivamente e, portanto, não é apropriada."

Masi também esteve presente na audiência e disse que há "há muito tempo que todas as equipes concordam que, sempre que possível, é altamente desejável que a corrida termine em uma condição de bandeira verde", e não atrás do safety car.

F1 AO VIVO: VERSTAPPEN PASSA HAMILTON NO FIM E É CAMPEÃO NA ABU DHABI; VEJA DEBATE DA FINAL DE 2021 | PÓDIO

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #151: Hamilton x Verstappen é a maior decisão da história da F1?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1 - Verstappen critica protesto da Mercedes em Abu Dhabi: "Resume a temporada"
Artigo anterior

F1 - Verstappen critica protesto da Mercedes em Abu Dhabi: "Resume a temporada"

Próximo artigo

Pietro Fittipaldi guiará carro da Haas em testes da F1 em Abu Dhabi

Pietro Fittipaldi guiará carro da Haas em testes da F1 em Abu Dhabi
Carregar comentários