F1: GP de Singapura não está ameaçado apesar de escândalo de corrupção, diz governo

Etapa do Sudeste Asiático tem contrato com a F1 até 2028

Mechanics make final preparations on the grid before the start

Mechanics make final preparations on the grid before the start

Lionel Ng / Motorsport Images

O futuro do GP de Singapura de Fórmula 1 não deve ser impactado apesar do escândalo de corrupção envolvendo um ex-ministro e o promotor do evento, Ong Beng Seng, segundo um porta-voz do governo local.

O Ministro dos Transportes de Singapura, S. Iswarean, anunciou sua demissão em meio às 27 acusações que enfrenta sobre sua relação com Beng Seng, detentor dos direitos do GP e presidente-executivo da promotora do evento.

Leia também:

O caso está relacionado a supostas propinas que o CPIB, o Escritório de Investigação de Práticas Corruptas de Singapura, acredita que Iswaran pode ter recebido de Seng. Algumas destas incluem voos no avião privado de Ong e ingressos para o GP de Singapura, o qual Iswaran trabalhava como consultor.

Iswaran rejeitou as denúncias, divulgando um comunicado onde diz que está determinado a limpar seu nome. Beng Seng não foi formalmente acusado. Com Singapura sendo um país que se orgulha de não ter corrupção, o caso chamou a atenção na região.

E, com Beng Seng sendo um nome central do GP, surgiram dúvidas sobre possíveis impactos ao futuro da etapa, que tem um contrato até 2028. Mas o Ministro de Comércio e Indústria veio a público afirmar que o governo está feliz com o acordo atual.

Carlos Sainz, Ferrari SF-23, George Russell, Mercedes F1 W14, Charles Leclerc, Ferrari SF-23, Lando Norris, McLaren MCL60, Lewis Hamilton, Mercedes F1 W14, the rest of the field away at the start

Photo by: Zak Mauger / Motorsport Images

Carlos Sainz, Ferrari SF-23, George Russell, Mercedes F1 W14, Charles Leclerc, Ferrari SF-23, Lando Norris, McLaren MCL60, Lewis Hamilton, Mercedes F1 W14, the rest of the field away at the start

"Os termos do acordo foram considerados com cuidado pelo governo. Fizemos um estudo independente de consulta. Não há nada que sugere agora que os contratos com a F1 ou outros foram feitos para prejudicar o governo".

"Todos os preparativos para o GP de 2024, marcado para 20 a 22 de setembro, estão dentro dos prazos".

DRUGOVICH e BORTOLETO na mesma equipe de F1? Brasileiros falam sobre 2024 e ALÉM na ASTON e McLAREN

Norris na RBR? Sainz? Albon e franceses no centro dos rumores da F1

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Be part of Motorsport community

Join the conversation
Artigo anterior F1: Allison assina contrato de longo prazo e segue na Mercedes
Próximo artigo F1: Mercedes diz que W15 corrige traseira problemática do carro de 2023

Top Comments

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Sign up for free

  • Get quick access to your favorite articles

  • Manage alerts on breaking news and favorite drivers

  • Make your voice heard with article commenting.

Motorsport prime

Discover premium content
Assinar

Edição

Brasil