Fórmula 1 GP da Austrália

F1: Hamilton reage a condenação de Piquet por ofensas; confira

Na última sexta-feira, brasileiro foi condenado a pagar R$ 5 milhões por ofensas contra britânico; cabe recurso

Lewis Hamilton, Mercedes-AMG

Heptacampeão mundial da Fórmula 1, o piloto britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, comentou nesta quinta-feira, quando se realiza o 'dia de mídia' da categoria antes do GP da Austrália, sobre a condenação sofrida por Nelson Piquet, tricampeão da elite global do esporte a motor, por causa de ofensas de caráter racista e homofóbico feitas pelo brasileiro contra o inglês no passado.

Leia também:

Em 2022, veio à tona uma entrevista dada em 2021 por Piquet na qual Nelson chama Hamilton de 'neguinho' em contexto tido como preconceituoso. Além disso, o brasileiro fez comentários de cunho homofóbico ao comentar a derrota de Lewis para o alemão Nico Rosberg na batalha interna da Mercedes pelo título de 2016 da F1. Saiba mais no vídeo abaixo, a partir do 13º minuto:

O comentário que levou à condenação foi o seguinte: "O neguinho meteu o carro e não deixou [desviar]. [...] O neguinho deixou o carro porque não tinha como passar dois carros naquela curva. Ele fez de sacanagem. A sorte dele foi que só o outro [Max Verstappen] se fudeu. Fez uma puta sacanagem”, disse Piquet ao analisar o acidente entre Hamilton e o holandês da Red Bull no GP da Grã-Bretanha de 2021. 

Tendo isso em vista, associações brasileiras de defesa de LGBTs e de outras minorias entraram com uma ação contra Piquet, que acabou condenado na primeira instância da Justiça de Brasília, onde o tricampeão reside -- cabe recurso. De qualquer forma, Hamilton foi questionado sobre a decisão nesta quinta-feira, em Melbourne.

O britânico se mostrou satisfeito pela condenação, mesmo que Piquet tenha se desculpado, ainda em 2022, logo após o caso tomar proporções mundiais, alegando que sua linguagem foi "foi mal pensada e não faço nenhuma defesa por isso". Nelson disse que o termo usado é "um que tem sido ampla e historicamente usado coloquialmente em português brasileiro como sinônimo de 'cara' ou 'pessoa' e nunca teve a intenção de ofender".

Nelson Piquet

Nelson Piquet

Photo by: Rodrigo Ruiz

Quando questionado sobre a condenação nesta quinta-feira, no circuito de rua de Albert Park, Hamilton afirmou: “Bem, que quando aconteceu, fiz comentários sobre isso. Acho que ainda acredito que geralmente não devemos dar uma plataforma às pessoas que estão cheias de ódio. Gostaria de reconhecer o governo do Brasil, acho incrível o que eles fizeram ao responsabilizar alguém, mostrando às pessoas que isso não é tolerado".

“O racismo e a homofobia não são aceitáveis e não há lugar para isso em nossa sociedade. Gostaria que mais governos fizessem isso, como você acabou de ver em Uganda. Obviamente existem tantos países homofóbicos na África e no Oriente Médio. Há muito o que aprender com isso", completou Hamilton no 'dia de mídia' da F1 antes do GP da Austrália, a terceira de 23 etapas da F1 2023. O Motorsport.com faz a cobertura completa do evento de Melbourne.

GIAFFONE opina: Verstappen não quer ter amigos e lembra Alonso, RBR vai 'liberar' Pérez. E Hamilton?

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Treinos que valem pontos? F1 vai 'longe demais' com entretenimento?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Por que domínio da Red Bull não se resume apenas à aerodinâmica
Próximo artigo F1: FIA proíbe que equipes escalem alambrados do pitlane em comemorações

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil