Fórmula 1 GP do Catar

F1 - Marko faz referência a 2021 e alfineta Hamilton após Catar: “Agora ele admite seus erros”

Polêmico consultor esportivo da Red Bull fez novo comentário sobre heptacampeão mundial, desta vez sobre postura após GP do Catar

Helmut Marko

Mercedes e Lewis Hamilton tiveram um GP do Catar para esquecer, especialmente depois que o heptacampeão mundial de Fórmula 1 fez contato com George Russell na primeira volta em Losail.

Após inglês mais jovem ficar para trás, ele fez uma boa corrida e continuou para chegar na quarta colocação, enquanto Hamilton abandonou.

Leia também:

Hamilton, que afirmou no rádio do time que Russell o tirou, admitiu seu erro depois de assistir aos replays.

No entanto, sobre a afirmação da reportagem da OE24 de que Hamilton estava cometendo erros, Marko disse: “Posso corrigi-lo, por favor? Digamos que ele agora admite seus erros”, respondeu.

Marko fez referência ao campeonato de 2021 em que Hamilton competiu insanamente com Max Verstappen.

No acidente ocorrido em Silverstone, os dois entraram lado a lado na Copse e após o contato, a corrida de Verstappen terminou nas barreiras. No mesmo ano, a dupla se 'encontrou' novamente na primeira curva de Monza e, após contato, o Red Bull de Verstappen bateu em Hamilton e a dupla saiu da prova.

Enquanto Hamilton se despedia cedo do GP do Catar, Verstappen foi o vencedor um dia depois de conquistar seu terceiro Campeonato Mundial.

Em forma

Esta corrida, que testemunhou a 14ª vitória de Verstappen em 2023, se destacou pelo forte calor e umidade ‘vitimando’ Logan Sargeant, que teve que se retirar da corrida na 40ª volta.

Verstappen não estava entre os pilotos muito afetados pelo calor. O ex-piloto da Ferrari e da McLaren, Gerard Berger, vê isso como uma questão de condicionamento físico e acha que não representará nenhuma dificuldade para os pilotos correrem nessas condições.

Marko também concorda com Berger.

Em resposta à afirmação de Berger, Marko disse: “Sim, Max estava em boa forma quando a corrida terminou”.

“Depois dos pit stops, Max conseguiu continuar em um ritmo confortável por três ou quatro voltas até que seus pneus esquentassem. Os outros provavelmente tiveram que fazer toda a corrida na velocidade máxima.” disse.

Se Verstappen vencer na próxima parada, Austin, ele igualará o recorde de 15 vitórias em corridas em uma temporada, que já havia quebrado na temporada passada.

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Filme FERRARI tem data de lançamento no Brasil divulgada
Próximo artigo F1: Red Bull coloca Pérez contra parede por vice; Marko estaria por um fio, diz site

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil