F1: Masi de volta à FIA? Ben Sulayem não descarta possibilidade

Mohammed Ben Sulayem não descartou a ideia de chamar Michael Masi de volta à FIA "se ele for a pessoa certa"

Michael Masi, FIA

Michael Masi, FIA

Erik Junius

Há pouco mais de dois anos, a temporada de 2021 da Fórmula 1 terminou em total controvérsia. O GP de Abu Dhabi, a corrida decisiva para o título mundial entre Max Verstappen e Lewis Hamilton, que estavam empatados em pontos na época, terminou com a vitória do holandês e seu título de campeão em um cenário de decisões controversas da direção de prova.

Leia também:

Michael Masi era o diretor de corrida da FIA na época, e sua má aplicação dos regulamentos, especialmente no que diz respeito ao retorno dos retardatários à volta do líder e ao momento em que a corrida deveria ser reiniciada, levou a uma mudança na liderança na última volta, com Verstappen em posição de atacar Hamilton com pneus muito melhores.

Desde então, Masi foi afastado de suas responsabilidades e da federação, embora em março de 2022 a federação tenha reconhecido os erros cometidos durante aquela corrida em um relatório de investigação, explicando que eles haviam sido cometidos "de boa fé" e que os resultados do GP e do campeonato eram "válidos, definitivos e não poderiam mais ser alterados".

Foi nesse cenário de controvérsia que Mohammed Sulayem assumiu o cargo de diretor da FIA cinco dias após a corrida dos Emirados, herdando a investigação iniciada pela equipe de seu antecessor, Jean Todt. Embora o relatório tenha reconhecido os erros, a federação nunca pediu desculpas a Hamilton ou à Mercedes.

Questionado pela Press Association sobre o assunto, Ben Sulayem declarou: "Eu sempre peço desculpas, mas não posso pedir desculpas por algo que foi feito antes da minha chegada. OK, eu vou me desculpar, mas vou trazer Michael Masi novamente. Você acha que isso é uma coisa boa?"

"O pobre homem é uma pessoa que foi atacada e abusada. Michael Masi passou por um inferno. Inferno! E se eu perceber que há uma oportunidade que a FIA precisa e que Michael Masi é a pessoa certa, eu o trarei."

Sobre a ideia de alterar os resultados, no contexto da tentativa de Felipe Massa de mudar o resultado do Campeonato Mundial de 2008, Sulayem acrescentou: "Houve até pessoas que ameaçaram me matar porque eu tinha o poder de mudar as coisas. Mas eu disse a eles : 'Desculpe, a Copa do Mundo de 1966, Inglaterra contra Alemanha, estava tudo bem? Eles mudaram o resultado? Não. Eles deram o título para a Alemanha? Não'."

Sulayem está se referindo ao gol de 3 a 2 da Inglaterra marcado por Geoffrey Hurst na prorrogação da final da Copa do Mundo de 1966, em que até hoje não se sabe se a bola realmente cruzou a linha do gol. A Inglaterra venceu a partida por 4 a 2 em casa, no Estádio de Wembley.

Os RECORDES de VERSTAPPEN na F1 2023: Veja marcas ALCANÇADAS POR MAX com o Red Bull RB19 neste ano!

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast Motorsport.com debate quem deve ser a 2ª força da F1 2024:

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Be part of Motorsport community

Join the conversation
Artigo anterior F1 - Hamilton: "Em momentos difíceis você se pergunta 'sou eu ou o carro?'"
Próximo artigo Podcast #258 - Quem deixa a melhor impressão como segunda força para 2024?

Top Comments

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Sign up for free

  • Get quick access to your favorite articles

  • Manage alerts on breaking news and favorite drivers

  • Make your voice heard with article commenting.

Motorsport prime

Discover premium content
Assinar

Edição

Brasil