F1: Mercedes acredita que tem "muito com o que se preocupar" no GP da Espanha

Segundo projeções de Christian Horner, em Barcelona saberemos quem está na frente na disputa Mercedes x Red Bull

F1: Mercedes acredita que tem "muito com o que se preocupar" no GP da Espanha

A Mercedes acredita que tenha "muito com o que se preocupar" com relação ao GP da Espanha, com a rival Red Bull vendo o final de semana em Barcelona como fundamental para julgar a ordem de forças entre as equipes na Fórmula 1.

Enquanto Lewis Hamilton conseguiu bater Max Verstappen, seu principal rival pelo título, triunfando no GP de Portugal do último final de semana, a superfície de baixa aderência e a situação complicada com relação aos pneus tornou difícil julgar se Red Bull ou Mercedes tinham o carro mais rápido.

Leia também:

A Mercedes, que venceu duas corridas até aqui nesta temporada, chega a este final de semana em Barcelona preocupada com relação à sua performance, com as características do circuito apontando para mais uma disputa apertada.

Andrew Shovlin, diretor de engenharia de pista da Mercedes, disse: "Temos muito com o que nos preocuparmos".

"Pode estar bastante quente ali. É um asfalto que fica muito agressivo e dificulta a vida dos pneus, e fizemos apenas dois circuitos que estavam bem frios. Foi reamente difícil acertar os pneus na janela de funcionamento".

"Barcelona é um pouco mais como o Bahrein, no sentido de que você está sempre se preocupando com superaquecimento. E o Bahrein não foi um lugar muito receptivo a nós por muitos motivos. Essa é a nossa maior preocupação".

"Mas, para ser honesto, acho que será mais do mesmo. Não será possível nos separar. Você não será capaz de ler a classificação e não será capaz de ler a corrida. Acho que será muito, muito apertado e acho que estamos nos acostumando a isso".

"Acho que o ano todo será assim e você precisa curtir a competição, não deixando isso nos estressar porque será um ano longo e difícil".

Max Verstappen ficou desapontado por perder a vitória em Portugal, após um final de semana onde ele sentiu que a Red Bull não havia tirado o melhor do carro. Ele acha que o GP da Espanha oferecerá uma ideia melhor sobre onde sua equipe se localiza na competição contra a Mercedes.

"Para mim, acho que não fiquei satisfeito com a aderência ao longo de todo o final de semana", disse o holandês. "Ano passado, Portugal foi um final de semana difícil e parece que ainda não foi bom para nós. Vamos deixar assim. É difícil de julgar, para ser honesto".

"Prefiro esperar novamente por Barcelona e ver como está a progressão do início da temporada até aquela pista".

"Esse foi um final de semana estranho em termos de aderência mas, claramente, temos que melhorar e fazer melhor, porque precisamos ser os mais rápidos em todas as pistas e em todas as condições, porque os circuitos são os mesmos a todos".

O chefe da Red Bull, Christian Horner, concordou que, após o GP da Espanha, as equipes devem ter uma noção melhor sobre a ordem das forças contra os rivais.

"Acho que estamos começando a ter uma imagem sobre nossas forças e fraquezas, apesar de sempre ter dito que levariam quatro corridas", disse Horner.

"Tivemos uma superfície bem anormal com condições frias e de ventos extremos em Portugal, então se tivermos um final de semana tradicional em Barcelona, acho que poderemos ver onde estão nossos pontos fortes e fracos".

"O que podemos ver em todas as sessões é que está incrivelmente apertado. Acho que o maior vencedor disso é a Fórmula 1. E se for assim por 23 corridas, será bem próximo".

RETA FINAL: Hamilton brilhante, Verstappen p*, polêmicas de Portugal, Sprint Race e mais

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Oscar das pistas: histórias da F1 que rendem filme

 

compartilhar
comentários
F1: Entenda como Mercedes provocou 'troca de farpas' entre Red Bull e McLaren em Portugal

Artigo anterior

F1: Entenda como Mercedes provocou 'troca de farpas' entre Red Bull e McLaren em Portugal

Próximo artigo

F1: CEO da McLaren diz que Red Bull é "muito corajosa" ao desenvolver próprio motor

F1: CEO da McLaren diz que Red Bull é "muito corajosa" ao desenvolver próprio motor
Carregar comentários