F1: Mercedes chega a dois casos positivos de Covid-19 e Hamilton diz que equipe terá que fazer ajustes

compartilhar
comentários
F1: Mercedes chega a dois casos positivos de Covid-19 e Hamilton diz que equipe terá que fazer ajustes
Por:
Co-autor: Luke Smith, Editor

Mercedes anunciou resultado positivo de membro da equipe na quinta, sem revelar identidade ou função da pessoa

A semana da Fórmula 1 em Nurburgring não começou com boas notícias para a Mercedes. Correndo em casa, no GP de Eifel, a equipe anunciou na quinta que um de seus membros testou positivo para Covid-19. E na sexta, a Mercedes divulgou um segundo caso positivo, além de um inconclusivo. Para o hexacampeão Lewis Hamilton, isso significa que o time precisa fazer ajustes em seus trabalhos.

Seguindo os protocolos da FIA, introduzidos desde o início da temporada, os membros foram isolado para quarentena.

Leia também:

Após o anúncio inicial de um teste positivo, a Mercedes divulgou um novo comunicado nesta sexta confirmando o segundo caso positivo.

"Após o teste positivo de ontem, toda a equipe passou por uma nova rodada de testes na Alemanha. Todos deram negativos, com a exceção de um positivo e um inconclusivo que será testado novamente".

"Seguindo os protocolos, outros quatro membros da equipe, que testarem negativos, não estarão mais disponíveis neste fim de semana [por terem contato com os casos positivos]. Seis substitutos viajaram para cá, assumindo as funções na equipe".

"Trabalhamos em colaboração próxima com a FIA e a F1 durante esse processo e continuaremos a fazer isso".

Porém, perder qualquer membro de uma equipe com tão pouca antecedência acaba forçando uma mudança nas responsabilidades, podendo criar um efeito dominó.

Hamilton, que busca novamente neste fim de semana igualar as 91 vitórias de Schumacher, disse que a notícia era preocupante, e destacou que isso pode criar um impacto na Mercedes.

"Naturalmente é triste ouvir isso, o pessoal trabalha tão duro. Tivemos essa semana entre corridas e o pessoal deu o melhor para se manter seguro e pronto para este fim de semana. Então é definitivamente preocupante".

"Eu não posso afirmar o que isso fará com nosso fim de semana. Temos grandes pessoas dentro da equipe, não é apenas uma pessoa. Vamos tentar deixá-lo orgulhoso, mas será necessário um tipo diferente de trabalho, duro, para garantir que seguiremos sem distúrbios".

O membro da Mercedes é a primeira pessoa do paddock a testar positivo em um evento desde Sergio Pérez no GP da Grã-Bretanha. O diagnóstico levou o mexicano a perder ambas as provas de Silverstone.

Valtteri Bottas disse que, apesar de um membro da Mercedes ter sido infectado, ele tem fé que sua equipe está lidando com a situação da melhor maneira possível.

"Acho que, certamente, para um piloto, é a última coisa que você gostaria que acontecesse [ser infectado]. Com isso você perderia pelo menos uma corrida. Já tivemos um exemplo disso, então estamos tomando o máximo de cuidado, seguindo os protocolos e ficando na bolha".

"Claro, de vez em quando pode acontecer uma infelicidade. Estamos falando de uma doença contagiosa. Estamos fazendo o nosso melhor para evitar".

"É triste ouvir que um de nossos membros testou positivo, mas acredito totalmente que a equipe está lidando com tudo, seguindo os protocolos e fazendo o possível para garantir que seja apenas um caso. Tenho total confiança nisso".

Todas as notícias sobre o GP de Eifel da F1 você acompanha no site do Motorsport.com e em nosso canal no YouTube. Fique por dentro de todas as novidades e análises e confira nossos programas e vídeos!

Mercedes W11 (Temporada 2020)
Mercedes F1 W11 EQ Power+
Motor: Mercedes
Combustível: Petronas
Pneus: Pirelli

Pilotos:

44 - Lewis Hamilton

77 - Valtteri Bottas

DIRETO DO PADDOCK: A crítica de Hamilton ao autódromo do Rio e as novidades do GP de Eifel de F1

PODCAST: A F1 perde força com a saída da Honda?

 

Neblina força cancelamento do primeiro treino livre para o GP de Eifel de F1 em Nurburgring

Artigo anterior

Neblina força cancelamento do primeiro treino livre para o GP de Eifel de F1 em Nurburgring

Próximo artigo

Verstappen: não faz sentido pensar já em futuro pós-Honda na F1

Verstappen: não faz sentido pensar já em futuro pós-Honda na F1
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Lewis Hamilton
Equipes Mercedes
Autor Jonathan Noble