Últimas notícias
Fórmula 1 GP da Emilia Romagna

F1: Mercedes se mostra ansiosa para atualizações de Ímola; saiba o que muda

Saiba como equipe prepara ‘versão B’ do W14 para o GP Emilia Romagna

Sir Lewis Hamilton, Mercedes F1 W14, locks up

A Mercedes está impaciente para chegar a Ímola para o GP da Emilia Romagna. Depois de um ano ruim em 2022, a equipe terá o primeiro grande pacote que mudará a cara do W14.

É uma verdadeira revolução visual, conceitual e técnico, com a clara intenção de voltar a ser a equipe que conquistou sucessivamente oito títulos mundiais e a única capaz de disputar com a Red Bull nos últimos dois anos.

Leia também:

Durante o GP de Miami, o chefe da Mercedes, Toto Wolff, explicou o que sua equipe trará para Ímola. Na Mercedes há otimismo, pois os dados relativos ao W14 versão B parecem ser mais do que reconfortantes. Como sempre, porém, a pista contará a única verdade concreta.

“Achamos que sabemos o que estamos fazendo para trocar o carro e logo veremos se os dados da pista estarão de acordo com o que temos nas simulações virtuais. É conseguir entender como o carro vai funcionar e isso nos dará margem para filtrar os dados e tomar decisões posteriores em termos de atualizações".

George Russell, Mercedes F1 W14

George Russell, Mercedes F1 W14

Photo by: Steve Etherington / Motorsport Images

“Estamos tentando aumentar o downforce, mas também melhorar nossa plataforma mecânica. Para isso, em Ímola, vamos introduzir uma nova carenagem, um novo assoalho e uma nova suspensão dianteira, o que é muito importante. É uma operação bastante grande. Teremos que aprender muito e buscar correlações nas simulações virtuais, onde nosso tempo de volta é bom”.

As atualizações que a Mercedes vai trazer em Ímola serão importantes não só para tentar reanimar a atual temporada, que começou da pior forma possível desde os testes de Sakhir, mas também para encontrar uma base suficientemente convincente para formar aquela que será a pedra angular para a concretização do carro para a próxima temporada.

“A atualização que estamos trazendo nos ajudará a definir nossa direção para o próximo ano e entender as várias áreas que acreditamos que podem desempenhar um papel no motivo pelo qual o carro é tão complicado de guiar”.

Tendo entendido desde os testes do Bahrein que o W14 levou a Mercedes a direcionar todos os recursos para os novos componentes que vão revolucionar o próprio conceito do carro, é uma decisão importante, mas que - segundo Wolff - permitirá que a equipe alemã não ultrapasse o teto orçamentário e ainda tenha recursos para novos desenvolvimentos.

"Para nós, será possível desenvolver a nova versão do W14 mesmo com o limite de orçamento em vigor. Porque se você seguir uma nova direção de desenvolvimento, você se concentrará em um único projeto, não introduzimos nenhuma atualização para o W14 atual, então não teremos problemas".

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #228 - Reclamações de Verstappen em Baku mostram que bicampeão 'sentiu o golpe'?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Mercedes tentou tirar Adrian Newey da Red Bull, diz site
Próximo artigo F1: Parceria entre Aston Martin e Honda para 2026 ganha força nos bastidores; entenda

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil