F1 - Newey: Não ter trabalhado com Ferrari, Hamilton ou Alonso são "arrependimentos emocionais"

'Mago' da Red Bull revelou como foram as abordagens da Ferrari para contratá-lo ao longo dos anos

Adrian Newey, Red Bull Racing

Adrian Newey, Red Bull Racing

Red Bull Content Pool

Um dos nomes mais proeminentes da Fórmula 1, Adrian Newey, admitiu que "teria sido fabuloso" trabalhar com Lewis Hamilton, Fernando Alonso e até mesmo com a Ferrari.

'Mago' da Red Bull, Newey se juntou à equipe recém-coroada campeã de construtores lá em 2006, tendo recusado abordagens da Ferrari em três oportunidades. E, segundo o próprio engenheiro, não ter trabalhado com o time de Maranello cria alguns arrependimentos "emocionais", assim como não ter tido a chance de projetar carros para os campeões Alonso e Hamilton.

Leia também:

Em entrevista ao podcast oficial da F1, Beyond the Grid, Newey falou sobre as vezes que a Ferrari tentou contratá-lo.

"[A Ferrari entrou em contato] nos meus dias de Indy, o que provavelmente não conta, depois em 1993 e a mais conhecida, em 2014. Mas a de 1993 foi muito tentadora. Eu fui até lá, Jean Todt havia recém-começado. Lembro dele me perguntando se deveria ter contratado Michael [Schumacher] ou não, se eu achava que era uma boa ideia".

Mas Newey, recém-casado, acabou recusando a oferta devido ao colapso do seu casamento anterior, quando dividiu seu tempo entre a Inglaterra e o trabalho com a March nos EUA.

Adrian Newey, Red Bull Racing

Adrian Newey, Red Bull Racing

Photo by: Red Bull Content Pool

Questionado pelo apresentador Tom Clarkson se ele teria aceito o arranjo feito pela Ferrari para o projetista John Barnard, que convenceu a equipe a estabelecer um escritório remoto, Newey respondeu: "Nunca fiz essa questão e acredito que não. Se você vai fazer isso, a Ferrari é uma equipe italiana".

"A ideia de ter um centro de pesquisas e design que fica em um local completamente diferente da equipe - sei que temos uma equipe irmã [AlphaTauri, dividida entre Faenza na Itália e Bicester na Inglaterra] que faz isso - mas não acredito no conceito".

Quando a Ferrari abordou Newey em 2014, no início da era dos motores turbo híbridos, Newey estava feliz na Red Bull, mas a atitude da Renault, fornecedora de unidades à época, o fez considerar a saída.

"Minhas discussões em 2014 com a Ferrari avançaram pela frustração. Não queria sair, mas estava nessa posição porque a Renault não havia produzido um motor competitivo. Isso acontece no primeiro ano, ok, novo regulamento. Todos cometemos erros".

"Mas fomos até Carlos Ghosn [ex-CEO da Renault], Christian [Horner], Hemut [Marko] e eu para pressionarmos ele. A resposta de Ghosn foi: 'Bem, não tenho interesse nenhum na F1. Só estou nisso porque o marketing diz que é onde devemos estar'. Foi algo muito deprimente".

Newey reconheceu que havia um arrependimento emocional em não ter trabalhado com a Ferrari antes de citar também que gostaria de ter trabalhado com Hamilton e Alonso.

"Emocionalmente [sim], acredito, até certo ponto. Sim. Mas também, trabalhar com Fernando e Lewis teria sido fabuloso. Mas isso nunca aconteceu. É das circunstâncias".

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast debate tensão interna na Mercedes e até quando Pérez 'sobrevive' na Red Bull

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte também do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Be part of Motorsport community

Join the conversation
Artigo anterior F1: Mercedes começará 2024 “na melhor das hipóteses, como quarta mais rápida”
Próximo artigo F1: Pérez diz que vai lutar pelo título de 2024 com a Red Bull

Top Comments

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Sign up for free

  • Get quick access to your favorite articles

  • Manage alerts on breaking news and favorite drivers

  • Make your voice heard with article commenting.

Motorsport prime

Discover premium content
Assinar

Edição

Brasil