F1 - Pérez: Três abandonos da Red Bull "certamente causam preocupação"

Piloto mexicano destaca o fato da Red Bull ter perdido pontos importantes na luta contra a Ferrari

F1 - Pérez: Três abandonos da Red Bull "certamente causam preocupação"
Carregar reprodutor de áudio

O mexicano Sergio Pérez admite que os problemas de confiabilidade da Red Bull no começo da temporada 2022 da Fórmula 1, com três abandonos nas três primeiras corridas do ano, "certamente causam preocupação".

Pérez e Max Verstappen foram forçados a abandonar nas voltas finais do GP do Bahrein após um problema na bomba de combustível, custando à equipe a segunda e quarta posições.

Leia também:

Já na Austrália, outro problema no sistema de combustível com o carro de Verstappen a 20 voltas do fim custou ao campeão de 2021 uma segunda colocação que lhe parecia certa, deixando-o a 46 pontos do líder Charles Leclerc no Mundial.

Após a corrida, Verstappen disse que os problemas de confiabilidade eram "inaceitáveis" e que não teria como pensar na disputa pelo título em meio à fase vivida pela equipe.

Pérez conseguiu assumir o posto do holandês após o abandono, terminando em segundo, mas admitiu que se preocupa com os contínuos problemas de confiabilidade do time.

"Certamente causam preocupação. Perdemos muitos pontos nessas primeiras corridas que, no final, podem fazer muita diferença no campeonato. Então estamos obviamente cientes disso. Toda a equipe em Milton Keynes e aqui estão dando o melhor para encontrar soluções".

"Veremos, e tenho certeza de que daremos a volta por cima. Com sorte, poderemos começar do zero quando voltarmos para a Europa".

Marshals assist Max Verstappen, Red Bull Racing RB18, after retiring from the race

Marshals assist Max Verstappen, Red Bull Racing RB18, after retiring from the race

Photo by: Andy Hone / Motorsport Images

Esses abandonos levaram a Red Bull a perder um terreno significativo para a Ferrari no Mundial de Construtores. No momento, o time austríaco está em terceiro com 55 pontos, 49 a menos que a rival italiana e 10 atrás da vice-líder Mercedes.

Leclerc dominou a corrida da Austrália com a Ferrari, fazendo pole position, volta mais rápida e vitória após liderar todas as voltas da corrida, sendo o primeiro Grand Chelem do monegasco na F1.

Pérez achou que a Austrália foi "o primeiro fim de semana em que a Ferrari esteve um passo adiante", já que ele e Verstappen sofreram para acertar o balanço do RB18.

"Eles estavam em outro nível. Acho que também erramos em nosso acerto. Fomos um pouco na direção errada com o carro. Então temos que analisar bem. Tenho certeza de que vamos aprender muito com esse fim de semana, porque parece que não nos demos tão bem com os pneus quanto a Ferrari".

Vettel sofre e aposentadoria é especulada por ex-chefe

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #173: Qual tamanho dos problemas de Verstappen e Red Bull?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Batidas de Vettel na Austrália "não são normais", diz chefe da Aston Martin
Artigo anterior

F1: Batidas de Vettel na Austrália "não são normais", diz chefe da Aston Martin

Próximo artigo

Andretti segue esperando resposta da FIA sobre pedido de entrada na F1 em 2024

Andretti segue esperando resposta da FIA sobre pedido de entrada na F1 em 2024