F1: Piastri deve fazer estreia com Alpine em treino livre no GP da França

Australiano pode aparecer pela primeira vez oficialmente como piloto da equipe francesa durante sessão de treinos livres em Paul Ricard

F1: Piastri deve fazer  estreia com Alpine em treino livre no GP da França
Carregar reprodutor de áudio

Oscar Piastri deve fazer sua primeira saída pública como piloto da Alpine no TL1 do GP da França de Fórmula 1. Ainda que a equipe faça mistério quanto a sua estreia, declarações do chefe da equipe, Otmar Szafnauer, dão a entender que este momento será na corrida ‘da casa’ do time francês.

Todas as equipes, obrigatoriamente, devem ceder duas sessões de TL1 para pilotos novatos em 2022, com ambos os ‘titulares’ tendo que abrir mão em uma ocasião cada.

Leia também:

A aparição de Piastri está sendo vista como peça-chave de seu aprendizado como piloto reserva da Alpine, juntamente com um treinamento extensivo e privado em diversas pistas com o carro do ano passado, o A521, que foi conduzido pela última vez no Catar e em Silverstone.

O chefe de equipe da Alpine, Otmar Szafnauer, somente confirma que a estreia de Piastri no TL1 será feita ‘em breve’ e que não será no GP da Grã-Bretanha, onde o time introduzirá um pacote de atualizações.

“Nós apenas podemos dizer que não será em Silverstone”, disse Szafnauer, quando perguntado sobre Piastri. “Mas não está muito longe. A resposta é que nós planejamos colocá-lo no carro. Não está longe, mas ainda não anunciamos isso.”

Uma vez que na Áustria terá uma sprint race, o que faz com que os pilotos tenham uma classificação logo de tarde, uma estreia para Piastri na casa da Alpine é uma escolha lógica.

O australiano participou de um evento da Fórmula Renault Eurocup em Paul Ricard em 2019, mas não correu por lá em nenhuma de suas campanhas vitoriosas na F3 e F2.

Oscar Piastri, Reserve Driver, Alpine F1 Team arrives into the paddock

Oscar Piastri, Reserve Driver, Alpine F1 Team arrives into the paddock

Photo by: Simon Galloway / Motorsport Images

É esperado que Piastri seja um piloto da Williams em 2023, enquanto ainda pertencerá à Alpine. Mesmo assim, Szafnauer continua abafando qualquer especulação sobre o futuro do jovem piloto.

“Nós temos contrato com Oscar e temos algumas opções para ele. Então não há necessidade de apressar isso, então estamos indo no nosso tempo e no momento certo, com as férias de verão, nós olharemos em volta e faremos esse tipo de escolha.”

Nas últimas nove corridas apenas dois times substituíram seus pilotos por novatos em sessões de TL1. Sendo eles Juri Vips, que entrou no lugar de Sergio Pérez na Red Bull, em Barcelona, e Nyck de Vries substituindo Alex Albon na Williams nesta mesma pista.

Já a Alfa Romeo cumpriu uma de suas obrigações na estreia de Zhou Guanyu no Bahrein. Incluindo Piastri, isso significa que ainda há 17 substituições de pilotos a serem feitas ao longo da temporada.

VÍDEO: A Mercedes tem razão ao reclamar sobre o porpoising?

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Qual maior adversário ao bi de Verstappen: Pérez, Leclerc ou confiabilidade da Red Bull?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1 - Ferrari: FIA não seguiu procedimento correto com diretiva técnica
Artigo anterior

F1 - Ferrari: FIA não seguiu procedimento correto com diretiva técnica

Próximo artigo

F1 - Russell: "Mercedes ainda cai em armadilhas com o acerto do carro"

F1 - Russell: "Mercedes ainda cai em armadilhas com o acerto do carro"