F1: Qual valor dos prêmios em dinheiro que cada equipe receberá pela temporada 2023?

Valor estimado é baseado na receita que a própria categoria informa, além de especificidades da regra de distribuição

Start action, Charles Leclerc, Ferrari SF-23 leads

Start action, Charles Leclerc, Ferrari SF-23 leads

Erik Junius

A temporada de 2023 da Fórmula 1 foi conhecida pelo domínio de Max Verstappen e da Red Bull, com o holandês conquistando seu terceiro título mundial de pilotos após vencer 19 das 22 provas.

Ele e a Red Bull venceram ambos os campeonatos faltando seis GPs. Mas o restante das posições estava muito próximo, com muitas disputas até o final e isso significava que as equipes tinham milhões de dólares em jogo até o GP de Abu Dhabi.

Leia também:

Mercedese Ferrari estavam na batalha pelo segundo lugar, a Aston Martin tentava recuperar o quarto lugar da McLaren, enquanto Williams, AlphaTauri, Alfa Romeo e Haas lutavam pelas últimas quatro posições. A Alpine foi o único time a garantir sua posição final antes de Abu Dhabi, já que a sexta colocada estava 153 pontos atrás da quinta colocada Aston Martin, mas 92 à frente da sétima colocada Williams no fim de semana final.

Embora a distribuição exata dos prêmios da F1 seja secreta, é possível obter uma boa estimativa de quanto vale cada posição usando informações de domínio público. De acordo com o Pacto de Concórdia, os prêmios das equipes representam 50% dos lucros dos direitos comerciais da F1.

Mas nem sempre as equipes recebem 50%, pois a partir de certo ponto de rendimento, entende-se que o percentual de participação da Direção da F1 aumenta. Assim, em 2022, por exemplo, a premiação foi de 1,157 bilhão de dólares depois que a F1 gerou uma receita de 2,570 bilhões de dólares, o que equivale a aproximadamente 45%.

Esses pagamentos não são distribuídos igualmente. A Ferrari recebe um pagamento extra, que se acredita ser de 5% da bolsa, pela sua importância histórica, já que a equipe italiana competiu em todas as temporadas da F1 desde 1950.

Outras equipes recebem mais dinheiro por sucessos anteriores, como vencer o campeonato. Assim, estima-se que os bónus representem cerca de 25%, ficando o restante para as 10 equipes distribuírem.

Espera-se que a receita da F1 aumente em até 10%, o que significa que os pagamentos às equipes ficarão entre US$ 1,25 bilhão e US$ 1,3 bilhão, portanto, os números a seguir foram calculados com base em um prêmio total de US$ 1 bilhão.

Pos. Equipe Valor ESTIMADO (em dólares)
1 Red Bull 140 milhões
2 Mercedes 131 milhões
3 Ferrari 122 milhões
4 McLaren 113 milhões
5 Aston Martin 104 milhões
6 Alpine 95 milhões
7 Williams 87 milhões
8 AlphaTauri 78 milhões
9 Alfa Romeo 69 milhões
10 Haas 60 milhões

FRENTE A FRENTE COM WOLFF: Bastidores da entrevista exclusiva com chefe da Mercedes no GP do Brasil!

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Be part of Motorsport community

Join the conversation
Artigo anterior F1: Em meio a temporada recorde, Verstappen elege melhores vitórias de 2023
Próximo artigo Podcast #259 – Quem fez bonito na F1 em 2023?

Top Comments

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Sign up for free

  • Get quick access to your favorite articles

  • Manage alerts on breaking news and favorite drivers

  • Make your voice heard with article commenting.

Motorsport prime

Discover premium content
Assinar

Edição

Brasil