F1: Red Bull admite erro com Verstappen e Pérez no Brasil, mas condena reação "deplorável" de fãs

Equipe diz ter compreendido explicação de Verstappen sobre o caso, afirmando que holandês sempre joga pela equipe

Max Verstappen, Red Bull Racing RB18, Sergio Perez, Red Bull Racing RB18

Em comunicado divulgado na manhã desta quinta-feira (17), a Red Bull admitiu ter cometido "alguns erros" que levaram às ordens de equipe e a polêmico envolvendo Max Verstappen e Sergio Pérez no GP de São Paulo de Fórmula 1. Mas, por outro lado, a equipe austríaca rechaçou o comportamento abusivo "chocante" dos fãs nas redes sociais contra os pilotos.

Verstappen desafiou uma ordem da equipe para devolver a sexta posição a Pérez na última volta em Interlagos, afirmando ter razões relacionadas "a algo no passado" que foi discutido após a prova. A Red Bull diz ter superado isso, conversando com ambos os pilotos, mas o assunto seguiu rendendo nas redes sociais.

Leia também:

Em resposta à reação nas redes, a Red Bull divulgou um comunicado admitindo ter "cometido alguns erros" no Brasil, sem "visualizar a situação que se desenvolvia na última volta", afirmando que não houveram conversas em preparação para essa eventual situação.

"Infelizmente, Max foi informado apenas na última curva para devolver a posição, sem toda a informação necessária sendo entregue. Isso colocou Max, que sempre foi uma pessoa aberta e que joga pela equipe, em uma situação comprometedora com pouco tempo de reação, o que não foi nossa intenção".

"Após a corrida, Max falou aberta e honestamente, permitindo que ambos os pilotos resolvessem qualquer problema ou preocupação. A equipe aceitou a explicação de Max, a conversa foi de tom privado e seguirá assim, sem mais nenhum comentário".

Max Verstappen, Red Bull Racing RB18, Sergio Perez, Red Bull Racing RB18

Max Verstappen, Red Bull Racing RB18, Sergio Perez, Red Bull Racing RB18

Photo by: Sam Bloxham / Motorsport Images

O comunicado segue condenando os eventos que se seguiram nas redes sociais, considerando-os "completamente inaceitáveis".

"O comportamento abusivo online perante Max, Checo, a equipe e suas respectivas famílias é chocante e entristecedor. Infelizmente é algo que nós, como esporte, precisamos lidar com uma deprimente regularidade

"Não há lugar para isso nas corridas ou na sociedade, e precisamos ser melhores. No fim do dia, isso é um esporte, estamos aqui para correr. Ameaças de morte, mensagens de ódio perante a membros de famílias é deplorável".

"Valorizamos inclusão e queremos um espaço seguro para todos que trabalham e gostam do nosso esporte. Esse abuso precisa parar".

TELEMETRIA: RICO PENTEADO comenta TRETA na Red Bull e fala de FAVORITOS em Abu Dhabi

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast Motorsport.com debate 'treta' entre Verstappen e Pérez no GP de São Paulo

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Além de Vettel, saiba quem se despedirá no GP de Abu Dhabi
Próximo artigo Hamilton prevê que Vettel retornará à Fórmula 1

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil