F1- Red Bull estável, Ferrari e McLaren melhores: confira o comparativo entre 2023 e 2024

Do outro lado da moeda, enquanto em 2023 apenas duas equipes não pontuaram após duas corridas. Em 2024, quatro seguem zeradas

Lando Norris, McLaren MCL38

Zak Mauger / Motorsport Images

Provando permanecer no posto da força a ser batida na Fórmula 1, após dois GPs, a Red Bull marcou a mesma quantidade de pontos que conquistou na temporada passada no mesmo período, foram 87. Enquanto isso, a McLaren deu um salto de 0 para 28 pontos no comparativo. Ferrari quase dobrou a quantidade de pontos marcados em duas corridas, passando de 26 para 49 em 2024. Número de equipes que ficaram sem marcar pontos depois de duas corridas aumento de um ano para o outro. 

Por um ponto, a Red Bull não marcou a quantidade máxima de pontos disponíveis até agora, que são 88. Nas duas corridas iniciais - tanto em 2023, quando em 2024 -, a equipe fez dobradinha. Porém, registaram a volta mais rápida em somente uma corrida das duas inicias nas duas temporadas analisadas. 

Leia também:

Nesse comparativo, a McLaren protagonizou um grande salto. Na temporada passada, a equipe britânica não havia marcado nenhum ponto depois de competir em dois GPs.

Na parte final da temporada de 2023, a equipe mostrou um avanço, o que os deixou confiantes para a temporada seguinte. De fato. Em 2024, a McLaren já somou 28 pontos.

No ano passado, a McLaren só atingiu essa marca de 28 pontos após nove corridas. Em julho, na Áustria, a equipe britânica conseguiu marcar 12 pontos, chegando a 29 na tabela geral do campeonato. Foram cinco etapas sem anotar sequer um ponto nesse período de nove GPs. 

Outra equipe que também começou a temporada de uma forma melhor do que a passada, foi a Ferrari. A equipe italiana somou apenas 26 pontos após as duas etapas iniciais em 2023. Já em 2024, já soma 49 pontos. 

Um destaque ainda na Ferrari foi a estreia de Oliver Bearman na F1. O piloto conseguiu somar 6 pontos na primeira corrida na categoria, quando foi acionado para substituir Carlos Sainz

Do outro lado, ainda em fase de recuperação após a mudança de regulamento em 2022, a Mercedes apresentou queda no rendimento. São 12 pontos a menos em 2024 em relação a 2023, depois de duas etapas do campeonato. No ano passado, a equipe estava em terceiro lugar com 38 pontos (empatada com a Aston Martin). Esse ano, a Mercedes está na quarta colocação, com 26 pontos.

Em contraste com essa aparente queda, o chefe da Mercedes, Toto Wolff, declarou que a equipe mudou a mentalidade e que ele está otimista para essa temporada.

Temendo perder Alonso na 'dança das cadeiras' da temporada de 2025, a Aston Martin marcou menos pontos em relação ao mesmo período no ano passado. Em 2023, tinha conquistado 38 pontos. Agora, em 2024, conseguiu apenas 13. Uma queda significativa de 25 pontos. Em 2023, estava em terceiro, agora está em quinto lugar na tabela do campeonato. 

Uma forte motivação para que a equipe reverta essa aparente queda no rendimento do carro é justamente provar para Fernando Alonso que ele pode vencer com o carro da Aston Martin. Para assim, manter o espanhol nos boxes da equipe em 2025.

A Alpine também está em queda. A equipe, que vem sofrendo problemas dentro e fora das pistas. Após duas etapas, nenhum dos dois pilotos marcaram pontos e ainda ocorreu a saída de dois nomes importantes, o diretor técnico Matt Harman e o chefe de aerodinâmica Dirk de Beer. Diante dessas baixas, a equipe anunciou uma reestruturação técnica.

Para equilibrar essa balança, enquanto algumas equipes saltaram, outras caíram. O número de equipes que ainda não pontuaram aumentou de um ano para o outro. Em 2023, após duas corridas, apenas a RB (antiga AlphaTauri) e McLaren não haviam pontuado. Já na atual temporada, são quatro. Sauber (ex Alfa Romeo), RB, Williams e Alpine não marcaram nenhum ponto no campeonato.

A seguir, veja a tabela com esse comparativo.

 

Confira o episódio de estreia do Pódio Cast, o novo podcast sobre motociclismo!

Podcast #272 – Qual papel de Verstappen na crise da Red Bull?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Sainz negocia com Mercedes para vaga de Hamilton, diz jornal italiano
Próximo artigo Por que Aston Martin pode ‘vencer’ Mercedes na briga para ter Verstappen

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil