F1: Alpine anuncia reestruturação técnica após saídas importantes

Equipe não teve um início de ano fácil no Bahrein e logo após a corrida, duas demissões aconteceram

Esteban Ocon, Alpine A524

Mark Sutton / Motorsport Images

A Alpine anunciou uma reestruturação técnica após duas figuras importantes terem pedido demissão logo após a etapa de abertura da temporada 2024 da Fórmula 1.

Leia também:

Durante o fim de semana do GP do Bahrein, soube-se que o diretor técnico Matt Harman e o chefe de aerodinâmica Dirk de Beer haviam pedido demissão, embora o primeiro ainda estivesse presente no pitwall em Sakhir.

Na segunda-feira, a equipe anunciou que está introduzindo uma nova estrutura de três pilares, semelhante à atualmente empregada pela McLaren. Joe Burnell será o diretor técnico (engenharia), David Wheater se tornará o diretor técnico (aerodinâmica) e Ciaron Pilbeam será o diretor técnico (desempenho), todos subordinados ao diretor da equipe, Bruno Famin.

A equipe de motores Viry, por sua vez, é liderada pelo diretor técnico (unidade de potência) Eric Meignan, cujo foco é o projeto 2026. O recém-anunciado novo CEO da Enstone, John Woods, ex-homem de carros de estrada da Lotus, já começou a trabalhar na equipe. Seu colega na Viry é o veterano da Renault Audrey Vastroux.

Wheater, que esteve na Enstone na época da Renault/Lotus, de 2000 a 2013, retornou recentemente à equipe após um período de nove anos na Williams. A Alpine diz que as mudanças são uma resposta ao difícil início da temporada, que viu Esteban Ocon e Pierre Gasly se classificarem apenas em 19º e 20º no Bahrein e terminarem a corrida em 17º e 18º, superando apenas os carros que estavam atrasados.

Bruno Famin, Team Principal, Alpine F1 Team

Bruno Famin, diretor de equipe da Alpine F1 Team

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

De fato, as saídas de Harman e de Beer criaram uma oportunidade oportuna para repensar. "Decidimos fazer essas mudanças organizacionais porque podemos ver claramente que não estamos onde queremos nem precisamos estar em termos de nível de desempenho", disse Famin. "E é hora de dar mais um passo em termos de organização e pessoal."

"A nova estrutura de três pilares, com três diretores técnicos, cada um especializado em áreas diferentes, proporcionará melhor trabalho e colaboração em nossas áreas técnicas e contribuirá para o desempenho das fábricas até a pista de corrida."

"Confio plenamente na capacidade de Joe, David e Ciaron de trabalharem juntos para proporcionar à equipe o desempenho e as melhorias de que ela precisa. Por fim, gostaria de agradecer a Matt e Dirk por seus esforços nos últimos dois anos na equipe e desejar-lhes o melhor no próximo capítulo de suas carreiras."

GUERRA! JOS Verstappen DISPARA CONTRA HORNER: "Vai EXPLODIR" a Red Bull

O que a F1 pode fazer para que o domínio de Max não seja desinteressante?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Red Bull alega que vantagem no Bahrein foi "distorcida"
Próximo artigo F1: Horner tinha data para ser demitido, mas situação foi 'contornada' pelo chefe de equipe

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil