Análise técnica de Giorgio Piola
Assunto

Análise técnica de Giorgio Piola

F1: Red Bull fez mudanças na saída de ar em Austin para evitar superaquecimento; entenda

Engenheiros da equipe ficaram preocupados com o calor no circuito do GP dos Estados Unidos e 'trocaram' aerodinâmica por confiabilidade

F1: Red Bull fez mudanças na saída de ar em Austin para evitar superaquecimento; entenda

A Red Bull modificou as saídas de ar quente nas laterais do cockpit do RB16B de Max Verstappen antes da classificação do GP dos Estados Unidos de Fórmula 1, aumentando a capacidade de extrair calor dos radiadores que refrigeram o motor Honda e assim controlando as temperaturas do componente no forte calor de Austin. Os técnicos escolheram uma configuração assimétrica.

A qualificação atingiu 30ºC no ar e 37ºC no asfalto. Com isso, os engenheiros de Milton Keynes interviram para evitar que a confiabilidade da unidade de potência fosse prejudicada.

Leia também:

A solução assimétrica foi curiosa: olhando para o RB16B por trás, percebe-se que o escapamento do lado esquerdo permaneceu idêntico ao aberto de sexta-feira, enquanto na direita, a abertura foi expandido significativamente. De fato, melhorar o resfriamento, era considerado mais importante do que perder alguma eficiência aerodinâmica.

Absolutamente, a Red Bull não quer prejudicar a duração do quarto motor de Max Verstappen, cientes de que um abandono pode ter efeitos devastadores na batalha pelo título contra Lewis Hamilton.

F1 AO VIVO: FIM DA LINHA para Mercedes/Hamilton em '21? O pós-GP, VW na F1, POLÊMICAS nos EUA e mais | RETA FINAL

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #139 – Qual o campeonato da F1 mais emocionante do século?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1 - Jos Verstappen: "Mercedes presumiu que venceria" nos Estados Unidos
Artigo anterior

F1 - Jos Verstappen: "Mercedes presumiu que venceria" nos Estados Unidos

Próximo artigo

F1: Wolff acredita que Mercedes pode "vencer as cinco corridas restantes"

F1: Wolff acredita que Mercedes pode "vencer as cinco corridas restantes"
Carregar comentários