F1: Red Bull ignora especulações sobre Verstappen na Mercedes em 2022

Para Christian Horner, a Red Bull acerta ao focar em si própria, ignorando o que os outros falam

F1: Red Bull ignora especulações sobre Verstappen na Mercedes em 2022

Após falar recentemente que Max Verstappen deve estar no topo da lista da Mercedes caso Lewis Hamilton opte por se afastar da Fórmula 1 no final do ano, o chefe da Red Bull, Christian Horner, afirmou que a equipe irá ignorar qualquer especulação sobre uma possível contratação do holandês pela montadora alemã.

O acordo de apenas um ano de Hamilton com a Mercedes significa que ambas as vagas na equipe poderão estar livres para 2022, já que Valtteri Bottas também está com um contrato válido apenas para 2021.

Leia também:

Enquanto Verstappen tem um acordo com a Red Bull até o final de 2023, Horner confirmou recentemente que o contrato do holandês possui uma cláusula que permitiria sua saída antes do fim do prazo, dependendo da performance do carro da equipe.

Quando perguntado se tinha alguma preocupação com relação às especulações sobre o futuro de Verstappen com a Red Bull em uma entrevista exclusiva ao Motorsport.com, Horner disse: "Estou aqui há muito tempo para pensar no que os outros estão falando".

"O mais importante para nós é focarmos em nós mesmos, com o que precisamos fazer. E é muito importante para nós e para Max seguirmos construindo em cima do potencial que mostramos. Esse é o nosso objetivo".

"Então não estou prestando muita atenção nessas especulações. Para mim, precisamos controlar o que temos a nossa disposição e maximizar nossa própria performance, o que é o nosso objetivo para este ano".

A Red Bull chega a 2021 após duas vitórias na temporada passada, incluindo a vitória de ponta a ponta de Verstappen em Abu Dhabi, a única pole que a equipe obteve em 2020.

Mas esse sucesso veio apenas após a Red Bull optar por manter o desenvolvimento do RB16 ao longo de 2020, enquanto a Mercedes parou de atualizar o W11 logo após o GP da Bélgica, no final de agosto.

Falando sobre o trabalho da Red Bull desde Abu Dhabi, Horner disse que "foram meses intensos, ainda mais com a situação da Covid. Estivemos ocupados. A equipe fez um ótimo trabalho ao lidar com os desafios que temos".

"Acredito que estamos em uma forma razoável. Acho que o que nos ajudou é o fato de que boa parte do regulamento foi mantido, o que é incomum".

Horner também explicou como que a equipe manteve as preparações para 2021 em meio ao lockdown mais recente do Reino Unido.

"Tivemos sorte. Poucas pessoas aqui foram afetadas pela Covid. E também tivemos sorte que nossa fábrica é grande, então pudemos espalhar bem as pessoas".

"Mas claro, tivemos uma combinação que, o pessoal de manufatura que acabou ficando intacto e enquanto funções de projeto e apoio estão trabalhando em home office, ou aqui, mas em uma base rotativa".

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

ALFA ROMEO 2021: Veja carro com "PINTURA INVERTIDA" e como equipe busca SAIR do FUNDO do grid

PODCAST: Como congelamento de motores impacta o mercado da F1?

 

compartilhar
comentários
F1: Red Bull espera ter resolvido "anomalia aerodinâmica" que afetou carro de 2020

Artigo anterior

F1: Red Bull espera ter resolvido "anomalia aerodinâmica" que afetou carro de 2020

Próximo artigo

Band prepara estreia épica para Fórmula 1 com cobertura que pode chegar a seis horas

Band prepara estreia épica para Fórmula 1 com cobertura que pode chegar a seis horas
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Alex Kalinauckas