F1: Russell sugere que Verstappen não teria quebrado recorde de vitórias se tivesse outro companheiro de equipe

Temporada dominante do holandês foi 'aplaudida' pelos rivais, mas ponderações não deixaram de ser feitas pelo piloto da Mercedes e por Carlos Sainz

George Russell, Mercedes AMG, talks to pole man Max Verstappen, Red Bull Racing, after Qualifying

George Russell, piloto da Mercedes, falou sobre o recorde de vitórias em uma única temporada da Fórmula 1 conquistado por Max Verstappen dando a entender que o holandês venceria menos se tivesse outro companheiro de equipe na Red Bulll.

Leia também:

Verstappen reescreveu uma parta da história da categoria no último domingo ao ganhar o GP da Cidade do México no Autódromo Hermanos Rodríguez, já que, com esse triunfo, se tornou o piloto com mais vitórias dentro de uma temporada.

O bicampeão mundial subiu no lugar mais alto do pódio pela 14ª vez em 2022, deixando para trás a marca que era compartilhada por Michael Schumacher e Sebastian Vettel, que venceram 13 corridas cada um em 2004 e 2013, respectivamente.

A chegada de um novo recorde foi motivo de opinião por parte de alguns pilotos do grid e no caso de George Russell foi inevitável comparar a situação de Verstappen com a de Lewis Hamilton, seu atual companheiro de equipe, em seus anos de domínio com a Mercedes. 

O jovem britânico lembrou que o sete vezes campeão mundial dividiu equipe com Nico Rosberg durante parte dessa etapa e indicou que com outro companheiro Hamilton teria conquistado mais vitórias, sugerindo que seria o caso contrário para o holandês se não tivesse Sergio Pérez do outro lado dos boxes da Red Bull.

"Sabemos como Max é forte e a Red Bull acaba de fazer um trabalho muito bom", começou Russell. "Vimos no passado com equipes que foram dominantes. Quando você olha para trás, Lewis e Nico ganhava todas as corridas e se Leiws tivesse um companheiro de equipe diferente nessa época, talvez teria ganhado todas as corridas como Max está fazendo."

"Mas Max está fazendo um trabalho excelente semana após semana, a Red Bull está fazendo um grande trabalho e esperamos poder diminuir essa diferença ainda mais no próximo ano", acrescentou.

Por outro lado, Vettel confirmou que não se lamenta por ter perdido o recorde que compartilhava com seu amigo e mentor Schumacher.

"Não, quero dizer que cada vez é um pouco diferente," disse. "Acredito que é genial para a equipe. Conheço algumas pessoas ali, então estou muito feliz por eles e por Max. Ele está fazendo uma grande temporada, então espero que ele consiga 16 (vitórias) até o fim do ano. Qualquer coisa diferente disso será uma decepção, não?"

O piloto da Aston Martin esclareceu que manter tal nível de êxito não é tão fácil como poderia parecer de fora.

"Não, não é," disse. "Mas, obviamente, creio que tiveram um impulso em relação ano passado, o carro deste ano é incrível. Ganharam corridas apesar de serem mais pesados do que todo mundo. Creio que neste momento, provavelmente, já eliminaram o sobrepeso. O carro está lá, mas Max também está fazendo um trabalho incrível."

Carlos Sainz, no entanto, admitiu que não esperava que Verstappen fosse tão dominante depois do forte começo de ano da Ferrari.

"Não, nunca esperamos por isso, especialmente quando tivemos um bom carro no princípio", disse. "Eu gostaria de ter me sentido um pouco mais cômodo no princípio da temporada para deixar as coisas mais complicadas para Max, junto com Charles (Leclerc), para trazer um pouco mais de batalha." 

"Mas Max teve uma temporada incrível, ele merece. Creio que aogora é dominante, acredito que agora a Red Bull está começando a ser dominante, mas no princípio da temporada tenho certeza que não e é aí onde ele fez um trabalho gigante."

"Meu objetivo no ano que vem é começar o ano no nível que estou agora, que um nível bem decente e colocar as coisas mais complicadas para Max."

 

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast Motorsport.com debate se punição à RBR 'saiu barato': o 'crime compensa' na F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Mercedes prefere uma vitória do que terminar campeonato em segundo lugar
Próximo artigo Com visita de Domenicali, Colômbia avança no plano de ter Fórmula 1 no país

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil