F1: Usuário cria petição online para dar vitória do GP de Abu Dhabi a Hamilton

Documento virtual tem mais de 50 mil assinaturas e protesta contra "regras quebradas" em corrida que decidiu a temporada, mas não as especifica

F1: Usuário cria petição online para dar vitória do GP de Abu Dhabi a Hamilton
Carregar reprodutor de áudio

Após a Mercedes ter tido dois protestos contra os resultados do GP de Abu Dhabi de Fórmula 1 rejeitados pelos comissários e ter decidido não apelar da decisão, agora é a vez dos espectadores de se manifestarem. Através do site Change, o usuário Patel Gordon-Bennett criou uma petição para que os resultados da corrida de Yas Marina fossem modificados, com vitória para Lewis Hamilton.

O documento virtual já conta com mais de 50 mil assinaturas e cita o momento em que os retardatários Lando Norris, Fernando Alonso, Esteban Ocon, Charles Leclerc e Sebastian Vettel, que estavam entre o heptacampeão e Max Verstappen, foram instruídos a passar o safety car no fim da prova. Segundo o criador da solicitação, as regras foram quebradas com essa orientação da direção e deu ao holandês a oportunidade de assumir a liderança.

Leia também:

O texto do criador da petição diz: "Acredito que a justiça não foi feita no domingo, 12 de dezembro de 2021, quando os comissários da FIA negaram a Lewis Hamilton sua vitória no GP de Abu Dhabi".

"Com menos de 1 volta restante, alguns carros retardatários foram autorizados a passar o safety car, o que não está de acordo com as regras da F1. Isso deu ao oponente rival Max Verstappen a oportunidade de ultrapassar Lewis Hamilton e vencer a corrida."

"Se você é um defensor da justiça, honestidade e imparcialidade, assine esta petição. Deixar esta decisão como está irá enviar uma mensagem muito errada aos jovens e futuros pilotos."

The Safety Car Lewis Hamilton, Mercedes W12, Lando Norris, McLaren MCL35M, Fernando Alonso, Alpine A521, the rest of the field

The Safety Car Lewis Hamilton, Mercedes W12, Lando Norris, McLaren MCL35M, Fernando Alonso, Alpine A521, the rest of the field

Photo by: Sam Bloxham / Motorsport Images

Vale lembrar que pouco antes de permitir a ultrapassagem dos retardatários a direção de prova os 'proibiu' de fazer isso, mesmo com pista livre do carro acidentado de Nicholas Latifi, com a mensagem: "carros que levaram voltas não poderão passar o safety car", algo incomum na categoria e que gerou reclamações por parte da Red Bull.

No julgamento dos protestos da Mercedes, de acordo com os documentos oficiais do GP de Abu Dhabi, a equipe austríaca citou o Artigo 15.3 do Regulamento Esportivo da F1, que reitera a autoridade superior do diretor da corrida em liberar e trazer o carro de segurança de volta aos boxes. Ou seja, Michael Masi exerceu sua hierarquia ao mandar o safety car entrar no pit, mesmo com os pilotos ainda em sua volta de reagrupamento.

Outra seção do livro de regras apresentada pela Mercedes foi a 48.12: "...quaisquer carros que foram ultrapassados pelo líder serão obrigados a passar os carros na lead lap e o safety car", contestando porque apenas cinco de oito retardatários puderam ultrapassar. A Red Bull argumentou que o texto diz "quaisquer" e não "todos", uma ambiguidade das regulamentações.

No entanto, os comissários rejeitaram por conta do Artigo 48.13, que diz: "Uma vez que a mensagem 'safety car nos boxes nesta volta' for exibida, é obrigatório retirar o carro de segurança no final dessa volta", independente do reagrupamento estar ocorrendo ou não.

Junto a isso, a direção também concluiu que o pedido da Mercedes de 'anular' a última volta "não era apropriado" pois diminuiria a distância da corrida para 300 km, menos que o mínimo de 305 km exigido pela FIA.

GIAFFONE fala da SAÍDA DA F1 DA GLOBO PARA A BAND, comenta QUÍMICA com colegas e aborda CAOS de 2021

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #155 - Piores da F1 2021: Quais pilotos/equipes decepcionaram? Masi é consenso?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
Webber diz que mundo da F1 deveria "abraçar" Verstappen: "Nova referência do esporte"
Artigo anterior

Webber diz que mundo da F1 deveria "abraçar" Verstappen: "Nova referência do esporte"

Próximo artigo

Lenda da F1, Stewart diz que GP de Abu Dhabi foi conduzido corretamente por Masi

Lenda da F1, Stewart diz que GP de Abu Dhabi foi conduzido corretamente por Masi