Fórmula 1 GP da Holanda

F1: Verstappen revela 'virada de chave' crucial na temporada para consolidação da dominância em 2023

Uma configuração implementada em Baku foi o ponto necessário para o holandês replicar o que havia alcançado no restante das corridas

Max Verstappen, Red Bull Racing, 1st position, celebrates on arrival in Parc Ferme

Max Verstappen diz que seu atual domínio na Fórmula 1 foi ajudado por um avanço na configuração no GP do Azerbaijão no início desta temporada.

Leia também:

O líder do campeonato, que ampliou sua vantagem de pontos para 138 pontos após a vitória no GP da Holanda, venceu a primeira corrida da temporada no Bahrein, buscando defender seu título com sucesso mais uma vez.

Mas ele trocou golpes com o companheiro de equipe da Red Bull, Sergio Pérez, nas quatro primeiras corridas da temporada, quando o mexicano conquistou vitórias na Arábia Saudita e em Baku, enquanto Verstappen venceu na Austrália.

Refletindo sobre a derrota na capital azerbaijana, o holandês revelou que experimentou opções de configuração em seu Red Bull RB19, o que deu frutos à medida que ele tinha uma noção da melhor forma de trabalhar com o pacote 2023 da equipe.

Ele disse que isso o orientou nas corridas seguintes e o levou a dominar a etapa de Miami, o que deu início à sua sequência recorde de nove vitórias consecutivas.

"Acho que aprendi muito com a corrida em Baku, como fazer algumas coisas [diferentes] com o carro, como configurá-lo", explicou Verstappen. "É claro que não ganhei a corrida em Baku, mas, na verdade, experimentei muitas coisas e ferramentas diferentes no carro e é por isso que na corrida ele estava um pouco inconsistente."

"Mas, em um determinado momento, entrei em um bom ritmo com o que encontrei. Danifiquei meus pneus um pouco demais, mas pensei: 'ok, isso é muito interessante para as próximas corridas'. E basicamente implementei isso e me ajudou em todas as pistas."

Max Verstappen, Red Bull Racing RB19, Charles Leclerc, Ferrari SF-23

Max Verstappen, Red Bull Racing RB19, Charles Leclerc, Ferrari SF-23

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

Verstappen sentiu que teve de mudar seu estilo de pilotagem ao competir por campeonatos, em comparação com os primeiros anos de sua carreira na Red Bull, quando só ocasionalmente conseguia lutar por vitórias.

Ele diz que grande parte dessa mudança foi no equilíbrio entre risco e recompensa, embora seu conhecimento do atual pacote da Red Bull tenha lhe oferecido mais "controle" na forma como ele enfrenta as corridas - incluindo as condições variáveis em Zandvoort.

"Foi uma questão de gerenciamento de risco", disse ele. "Quero dizer, quando comparo com alguns anos atrás, quando não estava lutando pelo campeonato, estou pilotando de forma completamente diferente, com certeza."

"Mas tudo bem. Mesmo pilotando assim, sei que tenho um carro que é capaz de fazer muita coisa. Isso provavelmente ajuda a ter um pouco mais de controle, eu acho."

Massa detalha judicialização da F1 2008 ao Motorsport.com

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #244 – Que tipo de mudanças teremos na F1 após férias? 

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Ferrari revela traje especial de Sainz e Leclerc para Monza
Próximo artigo F1: AlphaTauri confirma que Lawson segue como substituto de Ricciardo durante recuperação do australiano

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil