F1: Verstappen ultrapassa Leclerc no final e vence GP da Arábia Saudita

Holandês e monegasco se beneficiaram de safety car para tomar a liderança de Pérez e piloto da Red Bull levou a melhor

F1: Verstappen ultrapassa Leclerc no final e vence GP da Arábia Saudita
Carregar reprodutor de áudio

Max Verstappen respondeu à vitória de Charles Leclerc no Bahrein e venceu o GP da Arábia Saudita de Fórmula 1, com direito a ultrapassagem no final da corrida. O monegasco aproveitou um safety car durante a janela de pit stops e tomou a liderança de Sergio Pérez para mantê-la por um bom tempo, até o holandês alcançá-lo.

O mexicano controlava a corrida até a 16ª volta, quando Nicholas Latifi bateu e beneficiou o piloto da Ferrari, que havia trocado seus pneus antes do rival e pôde ficar à frente graças ao ritmo desacelerado do pelotão. Isso aproximou o pelotão e rendeu boas batalhas nos momentos derradeiros da prova.

Leia também:

A corrida

Apenas Kevin Magnussen, Lewis Hamilton e Nico Hulkenberg escolheram sair de pneus duros, o resto do grid optou pelos médios. A janela de pit stops prevista pela Pirelli incluía a 'padrão', de apenas uma parada nos boxes, ou no máximo duas.

Pérez começou bem e segurou a liderança nos metros iniciais, enquanto Verstappen ganhou o terceiro lugar de Carlos Sainz. Leclerc seguiu em segundo. Não houve muitas mudanças de posição na largada e o pelotão se manteve 'comportado'. No fundo, Zhou Guanyu reclamou no rádio da Alfa Romeo de um anti-stall na partida, mas continuou.

 

O mexicano abriu mais de um segundo rapidamente, marcou a volta mais rápida e não deu chance para o atacarem com o DRS. Os quatro primeiros se afastaram e ficaram a uma boa distância de cada um. Logo atrás, George Russell ultrapassou Esteban Ocon para subir à quinta colocação.

Com melhor ritmo, Fernando Alonso colou em seu companheiro de Alpine e os dois quase colidiram na reta após uma defesa de posição do francês, o que preocupou o chefe Otmar Szafnauer, claramente receoso na recuperação de imagens.

Sem qualquer ordem da equipe, a dupla protagonizou uma boa disputa pelo sexto lugar até a sétima volta, quando o bicampeão conseguiu o movimento na curva 1 e não tomou o troco por pouco. Na seguinte, Ocon conseguiu recuperar o posto, mas passou pela área de escape da pista e teve que devolver. Com isso, Valtteri Bottas aproveitou para se aproximar e colou nos dois.

 

À frente, Pérez seguia tranquilo na liderança, mas a Ferrari informava Leclerc no rádio que seus pneus desgastavam menos que os da Red Bull, algo que poderia tornar diferentes as voltas de pit stop de cada um. Verstappen e Sainz também estavam bem afastados um dos outro na terceira e quarta colocação, respectivamente, sem qualquer perigo de Russell, em quinto.

Na 14ª volta, a Alpine 'encerrou' a disputa entre Alonso e Ocon ao informar o francês para que não atacasse o espanhol. Com isso, ele teria que se preocupar em defender a sétima posição de Bottas, mas o finlandês logo conseguiu passá-lo.

Lance Stroll e Alexander Albon foram os primeiros a ir aos boxes e a Red Bull chamou Pérez ao pit stop na abertura do 16º giro - para retornar de pneus duros. Pouco depois, antes das paradas de Leclerc, Verstappen e Sainz, o safety car foi acionado por conta de um acidente de Latifi. Isso fez com que o monegasco pudesse fazer sua troca com o resto do grid em ritmo lento e assumisse a liderança.

 

Apenas Magnussen, Hamilton e Hulkenberg, que largaram de pneus duros, não aproveitaram o carro de segurança para trocar de pneus. O dinamarquês ocupava a sexta colocação, o britânico a sétima e o alemão a nona. Todo o resto do grid ficou com os mesmos compostos dos três.

A corrida foi retomada no início da 21ª volta e Pérez teve que ceder a terceira posição para Sainz por tê-lo fechado quando o espanhol saiu dos boxes. À frente, Leclerc resistiu à pressão de Verstappen e rapidamente abriu mais de um segundo de vantagem para se proteger do DRS e manter a liderança.

 

 

No meio do pelotão, Hamilton e Magnussen trocavam ultrapassagens pelo sexto lugar. O heptacampeão conseguiu tomar à frente do dinamarquês na 24ª volta pela curva 1, mas levou o troco logo depois. Na seguinte, o heptacampeão fez novamente o movimento mas dessa vez saiu com mais vantagem e se manteve à frente.

 

Leclerc e Verstappen trocavam voltas rápidas e o monegasco conseguia responder o aumento de ritmo do holandês, com 1s6 de vantagem na liderança. Na briga pelo pódio, Sainz tinha quase a mesma lacuna sobre Pérez na terceira colocação, mas os dois estavam longe dos ponteiros.

Na 36ª volta, fim de corrida para Alonso: o espanhol perdeu potência em seu carro e arrastou de voltas aos boxes para abandonar, mas não conseguiu. Daniel Ricciardo também teve o mesmo problema e parou na entrada do pit. Com isso, o safety car virtual foi acionado. Bottas foi outro a ter que se retirar da prova. 

 

Magnussen e Hulkenberg aproveitaram para trocar seus pneus, enquanto a Mercedes demorou para chamar Hamilton e só fez isso quando ele cruzou a reta principal, o que deixou o heptacampeão muito contrariado e reclamando no rádio. Como haviam dois carros parados na entrada dos boxes, o pit lane foi fechado e ele teve que dar voltas adicionais.

O GP foi retomado na 41ª volta e foi quando Hamilton pôde fazer seu pit stop, retornando na 12ª colocação. Leclerc não teve um bom reinício e Verstappen se aproximou com muita rapidez, cortando a diferença para meio segundo no giro seguinte.

Assim como no Bahrein, os dois ponteiros trocaram ultrapassagens pela liderança, o holandês chegou a tomar a ponta, mas o monegasco devolveu. A batalha teve direito até a freada brusca dos dois na curva 1 para sair à frente na linha de detecção do DRS.

 

Na 47ª volta, Verstappen conseguiu passar Leclerc e sair com boa vantagem para segurar a liderança nas curvas seguintes. Após boas disputas e os dois correndo colados, o holandês levou a melhor e saiu com a vitória. Sainz completou o pódio e a Ferrari foi ao top 3 com seus dois pilotos mais uma vez. Charles ficou com a volta mais rápida.

 

Resultado do GP da Arábia Saudita

Cla   # Piloto Chassi Motor Voltas Tempo Diferença Intervalo km/h Pits Abandono Pontos
1   1 Netherlands Max Verstappen Red Bull Red Bull 50         1   25
2   16 Monaco Charles Leclerc Ferrari Ferrari 50 0.549       1   19
3   55 Spain Carlos Sainz Jr. Ferrari Ferrari 50 8.097       1   15
4   11 Mexico Sergio Perez Red Bull Red Bull 50 10.800       1   12
5   63 United Kingdom George Russell Mercedes Mercedes 50 32.732       1   10
6   31 France Esteban Ocon Alpine Renault 50 56.017       1   8
7   4 United Kingdom Lando Norris McLaren Mercedes 50 56.124       1   6
8   10 France Pierre Gasly AlphaTauri Red Bull 50 1'02.946       1   4
9   20 Denmark Kevin Magnussen Haas Ferrari 50 1'04.308       1   2
10   44 United Kingdom Lewis Hamilton Mercedes Mercedes 50 1'13.948       1   1
11   24 China Guan Yu Zhou Alfa Romeo Ferrari 50 1'22.215       2    
12   27 Germany Nico Hulkenberg Aston Martin Mercedes 50 1'31.742       1    
13   18 Canada Lance Stroll Aston Martin Mercedes 49 1 lap       1    
14 dnf 23 Thailand Alexander Albon Williams Mercedes 47         1    
  dnf 77 Finland Valtteri Bottas Alfa Romeo Ferrari 36         3 Abandono  
  dnf 14 Spain Fernando Alonso Alpine Renault 35         1 Abandono  
  dnf 3 Australia Daniel Ricciardo McLaren Mercedes 35         1 Abandono  
  dnf 6 Canada Nicholas Latifi Williams Mercedes 14           Abandono  
  dns 22 Japan Yuki Tsunoda AlphaTauri Red Bull 0              

F1 AO VIVO: TUDO sobre GP da Arábia Saudita e as novas RIVALIDADES do campeonato | PÓDIO

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #169 - TELEMETRIA: Rico Penteado aponta o que GP na Arábia terá de diferente

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Autoridades da Arábia Saudita garantem que GP seria cancelado se houvesse perigo real
Artigo anterior

F1: Autoridades da Arábia Saudita garantem que GP seria cancelado se houvesse perigo real

Próximo artigo

F1: Leclerc aumenta vantagem na liderança e Verstappen 'salta' com vitória em Jeddah; confira classificação de pilotos e equipes

F1: Leclerc aumenta vantagem na liderança e Verstappen 'salta' com vitória em Jeddah; confira classificação de pilotos e equipes