Fórmula 1
04 set
Próximo evento em
24 dias
R
GP da Toscana
11 set
Próximo evento em
31 dias
R
GP de Singapura
17 set
Canceled
R
GP da Rússia
25 set
Próximo evento em
45 dias
R
GP do Japão
08 out
Canceled
R
GP dos Estados Unidos
23 out
Canceled
R
GP do México
30 out
Canceled
R
GP do Brasil
13 nov
Canceled
R
GP de Abu Dhabi
27 nov
Próximo evento em
108 dias

F1: Vettel já tem contrato da Aston em mãos e só falta a assinatura, diz site alemão

compartilhar
comentários
F1: Vettel já tem contrato da Aston em mãos e só falta a assinatura, diz site alemão
29 de jul de 2020 14:00

31 de julho é o prazo para a Racing Point usar a cláusula de saída de Sergio Pérez

Essa semana pode ser determinante para a temporada 2021 da Fórmula 1. Segundo informações recentes, 31 de julho é o dia limite para a Racing Point acionar a cláusula de desligamento de Sergio Pérez, abrindo vaga para Sebastian Vettel na Aston Martin. E, segundo AutoBild, o tetracampeão já está com o contrato em mãos, faltando apenas a assinatura.

De acordo com o site alemão, a equipe tem pressa para resolver a situação, visando evitar problemas ainda maiores com a cláusula de Pérez, que já havia falado que está fazendo de tudo para que ela não seja usada. Por outro lado, Vettel pode estar esperando o fim do prazo, possivelmente esperando um importante desenvolvimento que pode vir nas próximas horas.

Leia também:

Para Vettel, é uma situação muito complexa para resolver, porque há muitas coisas em jogo. Apesar da Racing Point estar em um bom momento em 2020, toda a evolução da equipe pode vir por água abaixo caso a FIA decida a favor da Renault no protesto que questiona a legalidade do RP20.

Espera-se o resultado do protesto antes do início das atividades do GP da Grã-Bretanha, que terá os primeiros treinos livres já nesta sexta (31). A partir daí, o alemão poderá ter uma visão melhor sobre a situação da Aston em 2021.

Vale lembrar que, recentemente, Daniel Ricciardo havia sugerido cautela a Vettel com relação a essa escolha, já que o pelotão do meio é algo que o alemão não está acostumado.

“Provavelmente, em todos os anos que ele competiu na F1, ele esteve no pódio, então se ele for para uma equipe de ‘meio de grid’, é um território desconhecido para ele”.

“Eu acho que necessita um pouco mais de uma mente aberta, certamente mais paciência. Mas sim, isso obviamente cabe a ele e onde ele vê o próximo capítulo de sua carreira”.

Max Verstappen entalado na privada? Bernoldi relembra episódio no auge da 'guerra' com Jos, pai do prodígio

Motorsport.com debate o futuro do GP do Brasil de F1, que saiu do calendário de 2020

 

.

Mercedes vai continuar desenvolvendo DED em 2020, apesar de já estar proibido para 2021

Artigo anterior

Mercedes vai continuar desenvolvendo DED em 2020, apesar de já estar proibido para 2021

Próximo artigo

Hamilton revela parceria com Christina Aguilera em música de 2018; ouça

Hamilton revela parceria com Christina Aguilera em música de 2018; ouça
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1