Ricciardo: Vettel precisa de paciência e mente aberta se quiser tirar o máximo da Aston Martin

compartilhar
comentários
Ricciardo: Vettel precisa de paciência e mente aberta se quiser tirar o máximo da Aston Martin
Por:
, Motorsport-Total Editor

Ex-companheiro de Vettel na Red Bull, Daniel Ricciardo considera que alemão teria de mudar mentalidade para correr em uma equipe de meio de grid da Fórmula 1

Com Sebastian Vettel negociando com a Aston Martin sobre uma vaga na equipe em 2021, o alto desempenho da Racing Point na atual temporada aumentou as chances de o piloto alemão optar por um futuro na equipe. No entanto, a saída de um time como a Ferrari, que mira o título mundial, para a Aston Martin, que busca pódios, precisaria de uma nova mentalidade.

Daniel Ricciardo, de 31 anos, teve a experiência de sair de uma equipe que disputava títulos para o desafio de uma operação de meio de grid da Fórmula 1, quando trocou a Red Bull pela Renault no início de 2019.

Leia também:

O australiano considera que, embora haja uma boa dose de satisfação em pilotar em uma equipe na frente do grid, ele está igualmente ciente de que pode haver grandes desafios mentais a serem superados a curto prazo.

“Eu acredito que para o Seb, na situação dele, ele teve sua carreira inteira nesse esporte correndo na frente”, explicou Ricciardo, que conheceu bem Vettel por correr ao lado do tetracampeão na Red Bull em 2014.

“Provavelmente, em todos os anos que ele competiu na F1, ele esteve no pódio, então se ele for para uma equipe de ‘meio de grid’, é um território desconhecido para ele”.

“Eu acho que necessita um pouco mais de uma mente aberta, certamente mais paciência. Mas sim, isso obviamente cabe a ele e onde ele vê o próximo capítulo de sua carreira”.

Ricciardo acredita que a decisão essencial para Vettel não é se ele irá ou não para a Aston Martin em 2021, mas, em vez disso, se ele terá motivação para permanecer por tempo suficiente para fazer seu envolvimento valer a pena.

“Eu acho que se ele ainda tem a vontade de correr e competir no mais alto nível, então eu acho 100% que ele deveria continuar no esporte”, explicou Ricciardo.

“Se a opção é no ‘meio de grid’, então é normalmente uma jornada mais longa. Então, eu acho que ele vai ter que mostrar comprometimento para não apenas os próximos 12 meses, você está falando de pelo menos 24 meses, ou três anos. Dois ou três anos, vamos dizer assim. Mas isso é algo que ele pode responder”.

“Como antigo companheiro de equipe, obviamente eu gosto do Seb, eu certamente respeito ele no esporte, então é por isso que se ele deseja continuar, eu espero que ele ache um lugar onde é feliz”, completou.

Foto 'viralizada' de Norris ilustra como McLaren saiu do buraco na F1; Ricardo Penteado explica

PODCAST: O debate de fãs e haters sobre domínio de Hamilton

 

VÍDEO: Bruno Senna relembra histórias com tio Ayrton, Berger e Frank Williams

Artigo anterior

VÍDEO: Bruno Senna relembra histórias com tio Ayrton, Berger e Frank Williams

Próximo artigo

McLaren: rodadas triplas não podem ser o novo futuro da F1

McLaren: rodadas triplas não podem ser o novo futuro da F1
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Sebastian Vettel , Daniel Ricciardo
Autor Norman Fischer