F1: Wolff daria as boas-vindas a Marko na Mercedes caso consultor saia da Red Bull e o compara a Lauda

Chefe da Mercedes não nega interesse em Max Verstappen e revela que Marko é uma espécie de “inimigo favorito”

Helmut Marko, Consultant, Red Bull Racing

Mark Sutton / Motorsport Images

O futuro de Helmut Marko como conselheiro de automobilismo da Red Bull foi colocado em dúvida depois que surgiu na Arábia Saudita que ele poderia ser suspenso.

Isso ocorre em meio a uma investigação da empresa de bebidas energéticas Red Bull sobre suspeitas de que Marko pode estar envolvido no vazamento de informações confidenciais a jornalistas sobre as alegações em torno do chefe da equipe, Christian Horner.

Leia também:

A empresa Red Bull vinha operando sob estrito sigilo de mídia devido à natureza confidencial e privada da situação em torno das acusações feitas contra Horner por uma funcionária.

Mas apesar dos assuntos terem sido mantidos a portas fechadas e de Horner ter sido inocentado de qualquer irregularidade, isso não impediu que informações relacionadas ao caso vazassem para a imprensa.

Marko deve se encontrar com o CEO da Red Bull, Oliver Mintzlaff, na Arábia Saudita, no sábado, podendo saber seu destino e se continuará ou não em seu cargo.

Essa decisão pode ser crítica para o futuro da equipe Red Bull na F1, com Max Verstappen deixando claro que se Marko sair, ele também poderá segui-lo.

A saída de Verstappen da Red Bull pode ser uma boa notícia para a Mercedes, que está interessada em tentar contratar o holandês para substituir Lewis Hamilton.

E o chefe da equipe, Toto Wolff, descreveu como isso poderia tornar a equipe mais atraente para Verstappen, trazendo Marko a bordo para assumir um cargo não executivo como Niki Lauda costumava ter.

“De qualquer forma, estamos sentindo falta do nosso antigo consultor”, sorriu Wolff durante uma entrevista à emissora austríaca ORF.

“Então vamos levar Helmut. Ele tem a idade certa. Ele não tem boné vermelho, mas virá até nós.”

Ele acrescentou: "Helmut não é filho da tristeza e foi - ou é - nosso inimigo favorito. Mas ele é um verdadeiro piloto. Se perderem Helmut, certamente será uma perda para a Red Bull e para a equipe."

Wolff continua aberto à ideia de Verstappen, mas está ciente de que sua equipe precisa produzir um carro mais rápido para convencê-lo.

“Temos um assento disponível em 2025 e 2026”, disse ele. “Mas Max irá correr onde houver o carro mais rápido, e hoje esse é o Red Bull.”

Questionado sobre se houve conversas recentes com o pai do tricampeão mundial, Jos, Wolff disse: “Estamos conversando há 10 anos, desde que Max está na F1.

“Tenho um bom relacionamento com Jos e também com Max. Mas isso não significa que alguém do lado profissional veria uma mudança a curto prazo”.

Verstappen HUMILHA e é pole, com Leclerc 2º. MARKO SUSPENSO? F1 QUENTE dentro e fora das pistas...

Podcast #272 – Qual papel de Verstappen na crise da Red Bull?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Horários, previsão do tempo e como assistir ao sábado de corrida no GP da Arábia Saudita, em Jeddah
Próximo artigo F1: Jos Verstappen reafirma desejo de saída de Horner da Red Bull e que “simpatiza” com funcionária suspensa

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil