F1: Wolff diz que luta pelo título "não está a favor" da Mercedes, mas vê como aprendizado "necessário"

Chefe da Mercedes acredita que rivalidade com a Red Bull em 2021 tornará sua equipe mais forte a longo prazo

F1: Wolff diz que luta pelo título "não está a favor" da Mercedes, mas vê como aprendizado "necessário"

Enquanto a Red Bull vive seu melhor momento na Fórmula 1 desde 2013, a Mercedes se encontra do outro lado, em seu maior jejum sem vitórias desde o início da era híbrida. E Toto Wolff, chefe da equipe alemã, admite que a disputa pelo título não está a seu favor, mas afirma que esse era um aprendizado necessário para todos dentro da Mercedes.

Após dois passeios no Red Bull Ring, a equipe austríaca chega a cinco vitórias consecutivas, dando a Honda uma sequência que não acontecia desde a era de Ayrton Senna e Alain Prost com a McLaren no final dos anos 1980.

Leia também:

Já a Mercedes chega pela primeira vez a uma sequência de cinco corridas sem vencer desde que iniciou seu domínio na F1, em 2014, superando as marcas de três registradas em 2018 e 2019. No momento, a equipe está 44 pontos atrás da Red Bull no Mundial de Construtores, enquanto Lewis Hamilton tem 32 a menos que Max Verstappen entre os pilotos.

Mesmo com Hamilton cobrando um empenho maior da Mercedes para resolver o déficit de performance do carro, a equipe alemã não vê a rodada dupla do Red Bull Ring como um desastre absoluto. 

Questionado pela equipe do Motorsport.com se o resultado do GP da Áustria, com Valtteri Bottas em segundo e Hamilton em quarto enquanto Verstappen venceu e Sergio Pérez foi o sexto, podia ser visto como bom já que a Red Bull era mais rápida que a Mercedes, Wolff concordou.

"Sim, eu vejo isso como um bom resultado, porque acho que, se não tivéssemos ficado presos atrás da McLaren no começo, perdendo um bom tempo, teríamos disputado com ele. Não acho que seria suficiente para vencer a corrida, mas o ritmo estava ali e seria bom".

"Vocês viram com Valtteri o seu ritmo após a perda de downforce de Lewis, o ritmo estava ali e não tivemos nenhum risco do pessoal atrás. De certo modo esse domingo foi muito melhor que o anterior".

Wolff disse ainda que a Mercedes vive um "experimento de vida bem divertido" ao vivenciar uma temporada em que eles são os caçadores em vez da caça.

"Olha, é um experimento de vida bem divertido para nós. Acho que temos grandes mentes na equipe somos como um sistema de imunidade, precisamos funcionar quando as coisas estão ruins".

"Após sete títulos consecutivos, estamos em uma situação onde enfrentamos uma batalha dura no momento que não está a nosso favor. Eu digo sinceramente que divertido é a palavra certa, mas também uma nova experiência que nos tornará mais fortes a longo prazo e todos os dias aprendemos algo novo, mesmo com finais de semana difíceis consecutivos".

"Acho que, no futuro, olharemos para trás e diremos que isso foi algo necessário".

SAIBA como COBERTURA olímpica vai IMPACTAR Fórmula 1 na BAND

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Qual é o tamanho da temporada de Norris até agora?

 

.

compartilhar
comentários
F1 - McLaren detona penalidades da Áustria: será muito difícil correr dessa maneira
Artigo anterior

F1 - McLaren detona penalidades da Áustria: será muito difícil correr dessa maneira

Próximo artigo

F1: Ferrari conta com novo simulador para desenvolvimento do carro de 2022

F1: Ferrari conta com novo simulador para desenvolvimento do carro de 2022
Carregar comentários