Fórmula 1 GP da Áustria

Fãs relatam assédio e comentários preconceituosos na Áustria; F1 detona comportamento "inaceitável"

Comportamento dos fãs está sob os holofotes nas últimas semanas, com pilotos como Hamilton e Verstappen criticando ações nas arquibancadas

Dutch fans fill the grnadstands with orange

Ao longo do fim de semana do GP da Áustria, várias pessoas publicaram nas redes sociais sobre episódios de assédio e preconceito sofridos nas arquibancadas, incluindo o uso de termos racistas e homofóbicos e mulheres relatando terem sido apalpadas. Os casos foram repassados à Fórmula 1, que condenou o comportamento, prometendo discutir com o promotor do evento.

Na publicação abaixo, o Motorsport.com compilou alguns desses relatos feitos por pessoas que estão no GP da Áustria e, na sequência, traduzimos alguns:

Leia também:
 

"O comportamento tem sido... desapontador. Minhas expectativas eram baixas, mas uau. Palavras racistas, homofóbicas, assédio, conversas inapropriadas, apalpadas e mais", escreveu uma pessoa no Twitter.

"Também posso confirmar que a situação está ruim aqui. Não faz nem uma hora e meia que eu cheguei em nosso camping, bem cedo pela manhã, e já ouvi um comentário misógino. Depois disso foi ainda pior, com toques inapropriados e muitos outros comentários misóginos", escreveu outra.

"Fomos notificados dos relatos feitos por alguns fãs, que foram sujeitos a comportamentos completamente inaceitáveis de outros no evento", escreveu a F1. "Levamos isso ao organizador e à segurança, e vamos falar com esses que relataram os incidentes. Estamos tratando isso seriamente".

"Esse tipo de comportamento é inaceitável e não será tolerado. Todos os fãs devem ser tratados com respeito".

O heptacampeão Lewis Hamilton foi ao Instagram e se pronunciou sobre o caso: "Estou enojado e desapontado por ouvir que alguns fãs estão sofrendo atos racistas, homofóbicos e comportamento abusivo no circuito neste fim de semana".

"Ir ao GP da Áustria ou qualquer outro GP jamais deveria ser uma fonte de ansiedade e dor para os fãs, e algo precisa ser feito para garantir que as corridas sejam espaços seguros para todos. Por favor, se você vê algo do tipo acontecendo, relate aos seguranças e à F1. Não podemos permitir que isso siga acontecendo".

O comportamento dos fãs já estava sob os holofotes neste fim de semana após a celebração do acidente de Hamilton, com Max Verstappen também criticando o comportamento.

Dutch fans turn the grandstands orange

Dutch fans turn the grandstands orange

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

Segundo apurado, mais de 50 mil holandeses estão na Áustria para a corrida, que tem um público de 105 mil pessoas para o domingo. Hamilton disse ter ficado surpreso pelas comemorações, particularmente sem saber a condição do piloto.

"Fico feliz por não estar no hospital e por não ter nenhuma lesão, mas não se deve comemorar os problemas ou a batida de alguém. Isso não deveria ter acontecido em Silverstone, mesmo não sendo uma batida, e não deveria ter acontecido aqui".

Verstappen foi vaiado pelos fãs ao longo do fim de semana em Silverstone, enquanto sua rodada em uma das sessões também foi celebrada.

F1 AO VIVO: Corrida SPRINT põe FOGO no fim de semana da Áustria; acompanhe DEBATE | Q4

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #185 - Ainda há quem resista ao halo após mais duas vidas salvas?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Artigo anterior F1 AO VIVO: Pódio repercute o GP da Áustria
Próximo artigo F1: Leclerc vence GP da Áustria e derrota Verstappen na casa da Red Bull; Sainz abandona com carro em chamas

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil