FIA afirma que caso de Stroll não expõe falhas em protocolos de Covid-19 na F1

compartilhar
comentários
FIA afirma que caso de Stroll não expõe falhas em protocolos de Covid-19 na F1
Por:
, Editor

Piloto canadense testou positivo para Covid-19 um dia após o GP de Eifel, tendo circulado pelo paddock na quinta e na sexta

Para o diretor de provas da FIA, Michael Masi, o caso de Lance Stroll antes do GP de Eifel da Fórmula 1 não expos falhas dos protocolos de teste da Covid-19. O canadense da Racing Point não correu no final de semana por não estar se sentindo bem, apesar de múltiplos testes negativos, mas um dia após a corrida, recebeu o diagnóstico positivo.

O chefe da equipe, Otmar Szafnauer, disse que Stroll não se sentia bem desde o GP da Rússia, realizado duas semanas antes, mas estava fazendo testes regulares para Covid-19 após ter alguns sintomas, mas todos voltaram negativos.

Leia também:

Stroll passou por um teste na terça antes do GP de Eifel, o que significou que ele poderia entrar no paddock na quinta e na sexta antes de ser retirado do evento na manhã do sábado.

Isso levou a questões sobre um potencial furo no protocolo da FIA que requer que apenas o pessoal do paddock passe por testes a cada cinco dias - mais ou menos o mesmo período de incubação da Covid-19 antes dos sintomas começarem a ser exibidos.

Mas Masi destacou que o ônus de ser testado quando os sintomas aparecem são de função exclusiva dos competidores, notando que o teste negativo de Stroll da terça havia sido informado à FIA.

"Não, não sentimos que existam furos", disse Masi. "A obrigatoriedade de Lance ou qualquer outra pessoa do paddock, há a necessidade de testar antes de entrar no paddock, além do teste seguinte".

"Baseado no teste de terça, o próximo seria no domingo de manhã para cumprir os protocolos de Covid da FIA. Então isso é bem simples".

"A partir do momento que Lance passou a se sentir mal, seja ele ou qualquer outro, é função do piloto e do competidor, nesse caso a Racing Point, determinar se eles sentem que o piloto está ou não capaz de correr, e obviamente eles optaram por substituí-lo no sábado".

"Com o que é determinado pelo Apêndice S [dos protocolos de Covid da FIA], é um função da Racing Point como diretamente envolvida no caso e o próprio Lance declarar, dentro dos parâmetros do protocolo, se eles deixaram de cumprir algum dos requerimentos, notificando a FIA".

"Nada foi avisado à FIA, então não há nada de nossa parte que poderia ser feito naquele momento".

Mesmo com o diagnóstico positivo sendo revelado apenas posteriormente, Stroll passa a ser o segundo piloto a testar positivo para Covid-19, juntando-se a seu companheiro de equipe Sergio Pérez, que perdeu as duas provas de Silverstone. O substituto de ambos foi Nico Hulkenberg.

A FIA e a F1 divulgam regularmente atualizações sobre o número de testes de Covid-19 realizados pelos presentes no paddock, sendo necessário um resultado negativo para entrar no circuito.

O último relatório divulgado afirmou que entre 1.506 testes realizados entre 09 e 15 de outubro, oito voltaram com resultados positivos. Dois membros da Mercedes testaram positivo para Covid e levaram ao isolamento de outros quatro. A equipe rapidamente mandou pessoas para substituí-los na Alemanha.

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Neste fim de semana, a F1 visita Portimão, para o GP de Portugal. A Racing Point vem sendo um dos destaques, em terceiro no Mundial de Construtores, mesmo depois dos problemas com os dutos de freio. Stroll e Pérez pontuaram em todas as etapas do ano. Pode ser uma boa para apostar no fim de semana!Quer saber mais? Confira o ThePlayer.com e não perca nada!

Prêmios no Motorsport.com? Dê o primeiro passo com cadastro gratuito no ThePlayer.com; saiba mais

PODCAST: Recordes de Hamilton e Schumacher são comparáveis?

 

F1: Leclerc revela ‘pegadinha’ de ex-chefe antes de ser confirmado como piloto da Ferrari

Artigo anterior

F1: Leclerc revela ‘pegadinha’ de ex-chefe antes de ser confirmado como piloto da Ferrari

Próximo artigo

F1: McLaren defende importância de pacote de atualizações apesar de crítica de Sainz

F1: McLaren defende importância de pacote de atualizações apesar de crítica de Sainz
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Luke Smith