Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
66 dias
06 mai
Próximo evento em
108 dias
20 mai
Próximo evento em
122 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
136 dias
10 jun
Próximo evento em
143 dias
24 jun
Próximo evento em
157 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
164 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
178 dias
29 jul
Próximo evento em
192 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
220 dias
02 set
Próximo evento em
227 dias
09 set
Próximo evento em
234 dias
23 set
Próximo evento em
248 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
255 dias
07 out
Próximo evento em
262 dias
21 out
Próximo evento em
276 dias
28 out
Próximo evento em
283 dias
05 nov
Próximo evento em
291 dias
R
GP da Austrália
18 nov
Próximo evento em
304 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
319 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
328 dias

Hamilton vence GP da Toscana marcado por batidas e interrupções

compartilhar
comentários
Hamilton vence GP da Toscana marcado por batidas e interrupções
Por:
, Repórter

Primeira prova da categoria máxima do automobilismo em Mugello teve duas bandeiras vermelhas, três largadas e oito abandonos

Corrida inédita na história da Fórmula 1, o GP da Toscana foi marcado por vários acidentes e duas interrupções neste domingo. De todo modo, a vitória voltou ao colo de Lewis Hamilton, piloto da Mercedes que lidera com folga a temporada 2020 rumo ao heptacampeonato. 

O britânico superou o companheiro Valtteri Bottas após ser passado pelo finlandês na primeira de três largadas. O troco foi dado no segundo salto em Mugello. O pódio foi completado pelo anglo-tailandês Alexander Albon, da Red Bull. Foi o primeiro top-3 do piloto na F1. 

O editor recomenda:

Entre as batidas, os destaques foram incidentes que levaram ao abandono de Max Verstappen, holandês da Red Bull, e de Lance Stroll, canadense da Racing Point. Sem contar o 'engavetamento' envolvendo o espanhol Carlos Sainz, que correrá pela Ferrari no ano que vem.

A escuderia, aliás, completou seu 1000º GP na F1 neste fim de semana. Entretanto, os fãs da equipe italiana tiveram pouco para comemorar. O monegasco Charles Leclerc largou muito bem e chegou a brigar pela ponta, mas terminou apenas em oitavo. Já o alemão Sebastian Vettel fez corrida discreta e completou em décimo. Repórter do Motorsport.com, Jonathan Noble informa o top-10:

 

A corrida

Na largada, Bottas saltou bem e ultrapassou Hamilton para assumir a liderança. Leclerc também saiu com velocidade e pulou para terceiro, desbancando os dois carros da Red Bull. Na sequência, Verstappen abandonou após incidente envolvendo vários carros.

 

O holandês teve problemas no motor de sua Red Bull e foi atingido pelo finlandês Kimi Raikkonen, da Alfa Romeo, causando um acidente múltiplo em Mugello. Na sequência, Raikkonen atingiu o francês Pierre Gasly, da AlphaTauri.

Verstappen e Gasly abandonaram. Mais atrás, o espanhol Carlos Sainz, da McLaren, rodou em 'lance' com o canadense Lance Stroll, da Racing Point. Na sequência, o alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, tocou de leve em Sainz. Os três seguiram na prova.

Após a bandeira amarela causada pelos primeiros incidentes, o safety car recolheu e o finlandês Valtteri Bottas, que liderava o pelotão com a Mercedes, acelerou. Logo após, desacelerou. Com isso, os carros do fundo do grid foram 'enganados' e houve grande acidente.

Os pilotos de trás foram iludidos pela aparente aceleração de Bottas e pisaram fundo, mas o finlandês reduziu a velocidade e causou um engavetamento envolvendo um total de quatro carros.

 

Entre eles, Sainz, o italiano Antonio Giovinazzi, da Alfa Romeo, o dinamarquês Kevin Magnussen, da Haas, e o canadense Nicholas Latifi, da Williams. O incidente ocorreu na reta de Mugello e causou a interrupção da prova com bandeira vermelha.

A segunda largada

Em nova largada parada, Hamilton saltou bem e deu o troco em Bottas, reassumindo a liderança. Leclerc partiu para cima das Mercedes, mas ficou mesmo em terceiro. Imediatamente atrás, Stroll e Pérez. Albon caiu de quarto para sétimo, atrás de Ricciardo.

 

Na sequência, Leclerc começou a sofrer com o rendimento da Ferrari e perdeu sucessivas posições. O piloto fez seu pit stop e colocou pneus duros, voltando no fim do grid e iniciando sua recuperação. 

Depois da rodada de paradas, Hamilton seguiu na liderança à frente de Bottas. Ricciardo ganhou posições 'nos boxes' e apareceu em terceiro. Stroll era quarto e Albon se recuperou para subir para quinto, à frente de Pérez.

Leclerc teve que fazer um novo pit stop e voltou à pista atrás de Vettel, com compostos médios. Na volta 44 de 59, Stroll escapou por furo de pneu e bateu, gerando a entrada de mais um safety car. Com isso, Bottas imediatamente foi para os boxes, colocando borrachas médias. Depois, foi a vez de Hamilton repetir a estratégia, voltando à frente. Nova bandeira vermelha tremulou e a corrida foi interrompida pela segunda vez. 

 

Terceira largada

O terceiro salto do GP da Toscana teve Ricciardo como grande protagonista, já que o australiano passou Bottas para subir para segundo. Depois, porém, o piloto da Mercedes deu o troco e reassumiu a vice-liderança. Na sequência, Albon passou Ricciardo. Hamilton venceu.

 

Resultado final

Cla   # Piloto Chassi Motor Voltas Tempo Diferença Intervalo km/h Pits Abandono Pontos
1   44 United Kingdom Lewis Hamilton Mercedes Mercedes 59 -       5   26
2   77 Finland Valtteri Bottas Mercedes Mercedes 59 4.880 4.880 4.880   5   18
3   23 Thailand Alexander Albon Red Bull Honda 59 8.064 8.064 3.184   5   15
4   3 Australia Daniel Ricciardo Renault Renault 59 10.417 10.417 2.353   5   12
5   11 Mexico Sergio Perez Racing Point Mercedes 59 15.650 15.650 5.233   5   10
6   4 United Kingdom Lando Norris McLaren Renault 59 18.883 18.883 3.233   5   8
7   26 Russian Federation Daniil Kvyat AlphaTauri Honda 59 21.756 21.756 2.873   5   6
8   16 Monaco Charles Leclerc Ferrari Ferrari 59 28.345 28.345 6.589   5   4
9   7 Finland Kimi Raikkonen Alfa Romeo Ferrari 59 29.770 29.770 1.425   6   2
10   5 Germany Sebastian Vettel Ferrari Ferrari 59 29.983 29.983 0.213   6   1
11   63 United Kingdom George Russell Williams Mercedes 59 32.404 32.404 2.421   5    
12   8 France Romain Grosjean Haas Ferrari 59 42.036 42.036 9.632   5    
  dnf 18 Canada Lance Stroll Racing Point Mercedes 42         3 Rodou  
  dnf 31 France Esteban Ocon Renault Renault 7         2 Colisão  
  dnf 6 Canada Nicholas Latifi Williams Mercedes 6           Colisão  
  dnf 20 Denmark Kevin Magnussen Haas Ferrari 5           Colisão  
  dnf 99 Italy Antonio Giovinazzi Alfa Romeo Ferrari 5           Colisão  
  dnf 55 Spain Carlos Sainz Jr. McLaren Renault 5           Colisão  
  dnf 33 Netherlands Max Verstappen Red Bull Honda 0           Colisão  
  dnf 10 France Pierre Gasly AlphaTauri Honda 0           Colisão

F1 2020: GP da Toscana tem acidente bizarro e surpresas no "meio do bolo"; acompanhe debate

 

Filho de Schumi guia Ferrari do pai em Mugello; Vettel tentou comprar o carro

Artigo anterior

Filho de Schumi guia Ferrari do pai em Mugello; Vettel tentou comprar o carro

Próximo artigo

TABELA F1: Hamilton aumenta 'massacre' sobre Bottas

TABELA F1: Hamilton aumenta 'massacre' sobre Bottas
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Toscana
Autor Carlos Costa