Hamilton espera atualização do motor da Mercedes no GP do Canadá

Líder do campeonato de pilotos, pentacampeão mundial disse que a escuderia germânica não vai cessar sua busca por melhorias

Hamilton espera atualização do motor da Mercedes no GP do Canadá
Carregar reprodutor de áudio

Lewis Hamilton disse que a primeira atualização de motor da Mercedes está entre as melhorias que ele espera para a próxima corrida da Fórmula 1, no GP do Canadá. "E eu sei que os caras da fábrica estão trabalhando nos desenvolvimentos. Nós provavelmente teremos um novo motor na próxima corrida, então o carro continuará avançando", disse o pentacampeão.

Segundo o britânico, ele e a equipe ainda podem evoluir: "Muitas análises serão feitas, especialmente para tentar entender melhor os pneus e entregar mais", disse Hamilton. "E do meu lado, [estou] tentando trabalhar ainda melhor com meus engenheiros para tentar extrair mais do meu carro”.

Leia também:


"Bono [Peter Bonnington, engenheiro de corrida de Hamilton] e Marcus [Dudley, engenheiro de desempenho] ​​e muitos outros estão tentando extrair mais informações do sistema de recuperação de energia e posicionando tudo da maneira certa para que possamos tirar mais deste carro”.

A Mercedes é a única fabricante de motores que ainda vai introduzir sua primeira atualização da temporada e, portanto, está em um cronograma convencional. A Honda foi a primeira a fazê-lo, antecipando seu motor "Spec 2" por razões de confiabilidade na quarta rodada, no Azerbaijão.

A Renault teve um motor de nova especificação em termos de confiabilidade para a corrida seguinte na Espanha, onde a Ferrari introduziu sua própria atualização na busca de maior desempenho. Se um piloto usar mais de três motores em uma temporada, ele começará tomar penalidades no grid. A Mercedes está na melhor posição para evitar esse cenário.

Apesar disso, e de sua posição de comando nos campeonatos de pilotos e equipes, Hamilton insiste que a Mercedes não cederá em sua busca por melhorias. Para Hamilton, seus rivais estiveram "tão próximos quanto possível" em Mônaco, mas elogiou sua equipe por uma performance de corrida que "geralmente era muito, muito forte".

Hamilton acrescentou: "Obviamente estávamos com os pneus errados, então, estrategicamente, poderíamos ter feito um trabalho melhor, sem dúvida. Nem sempre conseguimos isso perfeito e acho que definitivamente vamos aprender”.

compartilhar
comentários
Barcelona pede ajuda "urgente" ao governo espanhol para manter GP
Artigo anterior

Barcelona pede ajuda "urgente" ao governo espanhol para manter GP

Próximo artigo

Ferrari se junta a outras equipes no campeonato de eSports da F1

Ferrari se junta a outras equipes no campeonato de eSports da F1
Carregar comentários