Últimas notícias

Hamilton opina sobre "falta de ação" da Red Bull e da F1 diante das falas preconceituosas de Marko

Heptacampeão vê 'omissão' da categoria como prejudicial na luta por um esporte mais inclusivo

Lewis Hamilton vê como "interessante" o silêncio dos chefes da Red Bull e da Fórmula 1 diante dos recentes comentários discriminatórios "inaceitáveis" feitos por Helmut Marko direcionados a Sergio Pérez.

Leia também:

Marko, consultor de automobilismo da Red Bull, jogou os holofotes em si mesmo após o  GP da Itália quando culpou a etnia de Pérez por seu desempenho inconstante. Ele disse à Servus TV, da própria Red Bull: "Sabemos que ele tem problemas nos treinos classificatórios, é inconstante. Ele é sul-americano e não está completamente concentrado em sua cabeça como Max (Verstappen) ou Sebastian (Vettel)".

Além de o México estar na América do Norte, os comentários de Marko foram criticados por muitos como sendo um estereótipo racial, o que o levou a emitir um pedido oficial de desculpas.

Mas Hamilton, que trabalha em causas sociais no esporte, como a discriminação na F1, acha que pedir desculpas não é suficiente e considerou "interessante" o fato de nenhuma ação ter sido tomada contra Marko, quando a Red Bull já o fez em relação a outros após incidentes semelhantes.

Perguntado pela Sky Sports se estava surpreso com o fato de não ter havido nenhuma declaração por parte das principais figuras da F1, Hamilton disse: "Acho que isso não é algo pelo qual você simplesmente pede desculpas e está tudo bem. Acho que é preciso fazer mais."

"Acho que as equipes, quando têm indivíduos, especialmente pilotos, que fazem comentários, mas [também] alguns indivíduos nos bastidores, geralmente são removidos ou, pelo menos, fazem uma citação e dizem que não apoiam esse tipo de coisa. Portanto, é interessante que eles não tenham feito isso nesse caso."

"Mas essa não é a minha equipe. Não é assim que nos movemos como equipe. E acho que isso mostra a importância de continuarmos a fazer o trabalho que estou tentando fazer com a minha equipe e com o esporte. Ainda temos muito a fazer para garantir que este seja um ambiente mais inclusivo."

Sir Lewis Hamilton, Mercedes-AMG, arrives on the grid

Sir Lewis Hamilton, da Mercedes-AMG, chega ao grid

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

Hamilton está se referindo ao que aconteceu com o ex-piloto reserva da Red Bull, Juri Vips, em 2022, que foi demitido pela equipe após um insulto racista que fez em um canal de mídia social.

As equipes também foram decisivas na demissão de funcionários quando o comportamento racista veio à tona. Em 2019, a própria Mercedes demitiu quatro membros da equipe por bullying racista, enquanto a Red Bull também demitiu um funcionário no ano passado depois que mensagens racistas do WhatsApp apareceram nas mídias sociais.

Hamilton disse que os comentários de Marko foram prejudiciais ao próprio esforço da F1 para ser mais inclusiva e acabar com a discriminação.

"É completamente inaceitável o que ele disse", disse ele. "E, embora digamos que não há espaço para qualquer tipo de discriminação no esporte, o que não deveria haver, ter líderes e pessoas na posição dele fazendo comentários como esse não é bom para seguirmos em frente."

"Portanto, acho que isso apenas destaca, em primeiro lugar, o trabalho que ainda precisa ser feito. Há muitas pessoas em segundo plano que realmente estão tentando combater esse tipo de coisa. Mas é difícil manobrar quando se tem pessoas no topo. Se houver pessoas no topo que tenham esse tipo de mentalidade, isso pode nos impedir de progredir."

FERRARI DOMINA SINGAPURA na 6ª e Mercedes ADMITE CONTESTAR Abu Dhabi-21 por causa de Massa-2008 | F1

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #247 - Há espaço para Drugovich na F1 em 2024? E Norris na Red Bull?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Artigo anterior F1: Red Bull segue tendência das equipes com nova asa traseira em Singapura
Próximo artigo F1: McLaren revela novo sidepod 'ousado' e outras atualizações para Singapura
Assinar