Fórmula 1
06 mai
Próximo evento em
62 dias
20 mai
Próximo evento em
76 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
90 dias
10 jun
Próximo evento em
97 dias
24 jun
Próximo evento em
111 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
118 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
132 dias
29 jul
Próximo evento em
146 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
174 dias
02 set
Próximo evento em
181 dias
09 set
Próximo evento em
188 dias
23 set
Próximo evento em
202 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
209 dias
07 out
Próximo evento em
216 dias
21 out
Próximo evento em
230 dias
28 out
Próximo evento em
237 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
273 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
282 dias

Hamilton revela "coração na boca" e reza na insana volta final: "Eu estava rezando para não ter problemas"

Hamilton afirmou que estava muito nervoso, mas que tentou seu melhor para manter o carro na pista e garantir a vitória

compartilhar
comentários
Hamilton revela "coração na boca" e reza na insana volta final: "Eu estava rezando para não ter problemas"

O que parecia uma vitória tranquila quase se tornou um pesadelo para Lewis Hamilton. No meio da última volta do GP da Grã-Bretanha de Fórmula 1, o pneu dianteiro esquerdo do britânico furou e ele precisou dar o seu melhor para chegar até o final. A vitória veio, mas o nervosismo não passou.

Após a corrida, ele revelou que o coração estava na boca no final, e que rezava para conseguir cruzar a linha de chegada.

Leia também:

"Valtteri estava dando o seu melhor, e eu estava tentando gerenciar aquele pneu. Parecia que ele não teria problemas, enquanto quando eu ouvi que o pneu do Valtteri furou. Olhei para o meu e tudo parecia bem, o carro estava seguindo. Então achei que tudo ficaria bem comigo".

"De qualquer jeito, nas últimas voltas, eu comecei a tirar o pé nas retas, e ele começou a dar problema. Eu notei que ele começou a mudar de forma um pouco. Meu coração foi à boca, porque eu não sabia se ele tinha furado até o momento que eu freei, e percebi o pneu saindo fora do lugar".

"Eu continuei pilotando. Tentando manter a velocidade porque, em alguns casos, ele sai e quebra a asa. Meu deus, eu estava rezando para não ter problemas e não ser tão lento".

"Eu quase não consegui fazer as duas últimas curvas, mas graças a Deus consegui. Eu devo isso a equipe. Acho que deveríamos ter parado no final, quando vimos a situação do pneu".

"Antes disso, eu estava tranquilo por mais incrível que pareça. Bono me dava as informações sobre a diferença, que chegou a ser de 30 segundos. E eu pensava o quão longe eu estava do fim da volta?".

"Quando eu cheguei na curva 15, foi quando eu comecei a sofrei e podia ouvir a diferença diminuindo para 19, 10 segundos. Então eu dei o meu melhor na 15 e na 16 e o carro não parava. Eu comecei a sair de traseira e ouvia ele chegando na Curva 9. E eu pedia para que o carro conseguisse fazer a curva".

"Meu Deus. Eu nunca tinha passado por algo assim na última volta".

PÓDIO: Hamilton vence com três rodas em GP da Grã-Bretanha maluco

PODCAST: Bastidores do futuro do GP do Brasil e os ambientes de F1 favoritos de Reginaldo Leme

 

TABELA: Hamilton aumenta vantagem sobre Bottas na F1 após vencer sobre três rodas

Artigo anterior

TABELA: Hamilton aumenta vantagem sobre Bottas na F1 após vencer sobre três rodas

Próximo artigo

Leclerc celebra pódio, mas fala que carro não está onde gostaria: "Aproveitamos todas as oportunidades que apareceram"

Leclerc celebra pódio, mas fala que carro não está onde gostaria: "Aproveitamos todas as oportunidades que apareceram"
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Guilherme Longo