Horner: Volta de Verstappen no Q3 foi "inacreditável"

compartilhar
comentários
Horner: Volta de Verstappen no Q3 foi "inacreditável"
Por:

Christian Horner ficou impressionado com volta do holandês e valorizou estratégia de largar com pneus médios para a corrida

O chefe de equipe da Red Bull, Christian Horner, disse que Max Verstappen fez uma "volta inacreditável" para se classificar na primeira fila, ao lado de Lewis Hamilton para o GP da Rússia  de Fórmula 1.

Assim como Valtteri Bottas, Verstappen conseguiu passar pelo Q2 com pneus médios, enquanto o Hamilton foi forçado a largar de macios, e assim os dois primeiros do grid começarão a corrida deste domingo com estratégias diferentes.

Leia também:

Verstappen e seu companheiro de equipe, Alex Albon, foram os primeiros carros a saírem do pitlane quando a sessão da Q2 foi reiniciada, após o acidente de Sebastian Vettel forçar uma bandeira vermelha. 

"Foi vital que os dois tivessem voltas livres", disse Horner. "Então, para nós, a coisa mais importante foi mandá-los para a pista mais cedo para ficarem livres o tráfego e para que pudessem fazer a preparação.

No entanto, Verstappen abortou sua tentativa pois a equipe entendeu que sua volta anterior, com pneus médios, era suficiente para avançar ao Q3

“Abortamos a volta com Max, o que permitiu que ele largasse com o pneu médio. Foi uma decisão tardia, mas foi a decisão certa, e isso dá a ele um bom pneu para a largada da corrida de amanhã. O chamado foi na Curva 18, não há mais 'no fio da navalha' do que isso".

No Q3, Verstappen foi o último piloto a sair e completar sua volta rápida, e o holandês conseguiu superar Bottas pela segunda posição.

Horner observou que seu  se beneficiou do vácuo de Bottas, que chegou a manter a segunda posição brevemente.

"Ele foi muito inteligente", disse Horner. “Ele esperou que Bottas o ultrapassasse no final da sua volta de aquecimento e então começou a sua volta, se beneficiando de um bom vácuo de Valtteri".

"E isso deu a ele um décimo na Curva Um, e então, obviamente, ele teve que fazer tudo durar pelo resto da volta. E foi uma volta inacreditável, realmente uma das melhores que ele fez nesta temporada, eu diria", elogiou.

A corrida em Sochi será a primeira desde o GP da Estíria que Verstappen larga na primeira fila.

"Ele está chegando cada vez mais perto", disse Horner. "E eu acho que em Spa ele estava bem próximo".

"Obviamente, em Mugello, ele estava a alguns décimos. E então ele fez um ótimo trabalho hoje ao dividir a dupla da Mercedes e, claro, começando com pneus diferentes dos de Lewis, veremos como essa estratégia se desenvolverá amanhã".

"Se Lewis tiver uma largada decente e nós tivermos um bom vácuo, então não acho que ninguém ficaria muito chateado com isso. Mas vimos na corrida de F2 que o pole foi capaz de liderar até a Curva Um, se conseguir uma boa largada".

Q4: O grid do GP da Rússia, a batida de Vettel e o susto de Hamilton com Tiago Mendonça e Gabriel Casagrande

PODCAST: Qual é o limite de Max Verstappen na Red Bull?

 

Serena Williams torce por recorde de Hamilton na F1: "Grande amigo"

Artigo anterior

Serena Williams torce por recorde de Hamilton na F1: "Grande amigo"

Próximo artigo

F1: Kvyat afasta rumores sobre saída da AlphaTauri: “Seria uma vergonha começar a pensar em outra coisa”

F1: Kvyat afasta rumores sobre saída da AlphaTauri: “Seria uma vergonha começar a pensar em outra coisa”
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Rússia
Pilotos Max Verstappen
Autor Adam Cooper