Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
24 dias
06 mai
Próximo evento em
66 dias
20 mai
Próximo evento em
80 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
94 dias
10 jun
Próximo evento em
101 dias
24 jun
Próximo evento em
115 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
122 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
136 dias
29 jul
Próximo evento em
150 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
178 dias
02 set
Próximo evento em
185 dias
09 set
Próximo evento em
192 dias
23 set
Próximo evento em
206 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
213 dias
07 out
Próximo evento em
220 dias
21 out
Próximo evento em
234 dias
28 out
Próximo evento em
241 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
277 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
286 dias

Imprensa italiana não poupa críticas à Ferrari em Mugello: "Qualquer clima festivo foi apagado pelo catastrófico 2020"

A maioria dos veículos destaca a crise da equipe e afirmam que não há uma perspectiva positiva para o futuro

compartilhar
comentários
Imprensa italiana não poupa críticas à Ferrari em Mugello: "Qualquer clima festivo foi apagado pelo catastrófico 2020"

No último final de semana, a Ferrari atingiu a marca de 1000 GPs disputados na Fórmula 1, mas com pouco a celebrar pelo seu momento. A equipe atravessa uma grande crise com a falta de performance e o crescente jejum de títulos. E a imprensa italiana não aliviou nas críticas nem na prova em Mugello.

Como já é tradicional, a imprensa do país repercutiu a performance da Ferrari no GP e, novamente, o tom foi de críticas, em um momento em que Mattia Binotto, chefe da equipe, finalmente reconheceu a existência de uma crise, reverberando os comentários do CEO da Ferrari, Louis Camillieri, que disse que a equipe está em um "buraco".

Leia também:

Um dos jornais mais tradicionais do país, a Gazzetta dello Sport, foi categórica: não há clima para festas.

"Quando a Ferrari quer comemorar seu passado de glórias, a Mercedes domina a corrida na pista da Scuderia. Qualquer clima festivo para a corrida 1000 foi apagada imediatamente pela amargura deste catastrófico 2020".

Corriere dello Sport disse que é difícil ter uma boa perspectiva para o futuro da equipe.

"Mais uma vez, vergonha para a Ferrari, desta vez na pista de Mugello. A Scuderia está muito atrás no Mundial. Levará muito tempo para resolver essa situação. Não há perspectivas para o futuro no momento".

"O primeiro GP de Mugello será lembrado mais como uma catástrofe para a Ferrari", escreveu o La Repubblica. "A celebração do grande passado da equipe é ofuscada por um presente sem esperança".

Corriere della Sera chamou a crise da Ferrari de "sem precedentes" e destaca o trabalho de Leclerc.

"Enquanto as outras equipes cresceram, a Ferrari está afundando cada vez mais em uma crise sem precedentes. Leclerc tem que hastear a bandeira branca para os ataques da Renault, McLaren e Racing Point Um drama esportivo para um piloto altamente motivado".

"Uma corrida terrível em Mugello", escreveu o jornal Tuttosport. "A Ferrari se afunda cada vez mais na crise. A decepção e frustração dos Tifosi cresce, especialmente porque ainda não há saída".

RETA FINAL: Hamilton investigado, polêmica sobre relargada e má fase da Ferrari, com Rafael Suzuki

PODCAST: Vitória de Gasly prova que F1 é ambiente 'onde os fracos não têm vez'?

 

Rossi lamenta fim "ruim" entre Ferrari e Vettel e elogia alemão: "Vai mostrar suas qualidades com a Aston"

Artigo anterior

Rossi lamenta fim "ruim" entre Ferrari e Vettel e elogia alemão: "Vai mostrar suas qualidades com a Aston"

Próximo artigo

Pilotos da F1 defendem retorno da "fantástica" Mugello em 2021: "Foi uma das pistas mais desafiadoras de pilotar"

Pilotos da F1 defendem retorno da "fantástica" Mugello em 2021: "Foi uma das pistas mais desafiadoras de pilotar"
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1