Fórmula 1 GP de Las Vegas

"Inaceitável": Sainz detona F1 por incidente pré-largada em Vegas

Gasly e Russell ecoaram crítica de Carlos após disputa no estado norte-americano de Nevada; saiba mais detalhes no Motorsport.com

Fernando Alonso, Aston Martin AMR23, gira e colide com Valtteri Bottas, Alfa Romeo C43, enquanto Sergio Perez, Red Bull Racing RB19, toma medidas evasivas

Apesar de alguns pilotos, como o mercedista britânico Lewis Hamilton, terem elogiado o GP de Las Vegas de Fórmula 1, outros competidores criticaram fortemente as condições do asfalto no circuito de rua, especialmente no momento da largada nos Estados Unidos. O motivo é inusitado.

O editor recomenda:

Por trás da 'cornetada' de alguns dos principais nomes no grid está um fato inusual: em cerimônia prévia ao começo da corrida, como de praxe, as estrelas da F1 desfilaram pelo traçado em carros clássicos, mas o veículo que levava o novato australiano Oscar Piastri, da McLaren, teve um vazamento de óleo, sujando bastante a pista da maior cidade do estado norte-americano de Nevada.

Para atenuar os efeitos negativos do incidente ocorrido aproximadamente 90 minutos antes da largada, numa parte do circuito próxima ao muro dos boxes, os fiscais de pista de Las Vegas espalharam pó de cimento.

Entretanto, para o espanhol Carlos Sainz os resquícios de óleo no traçado causaram o toque entre ele e o próprio Hamilton na largada: "Vi muito óleo nos carros que usamos para fazer o desfile dos pilotos, o que é outra coisa que deve ser analisada".

"Não é justo que todo o óleo estivesse na linha interna. Além de a pista já estar suja, colocamos carros que estão vazando óleo na pista uma hora antes da corrida. Mais uma vez, isso é inaceitável", completou o piloto da Ferrari.

Já o francês Pierre Gasly, da Alpine, também considerou que isso criou um cenário injusto para alguns carros: "Não foi legal. Já discuti o assunto com a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) e tenho certeza de que mudaremos algumas coisas, porque não parece muito justo que um cara tenha que largar no óleo e outros tenham pista limpa. Tenho certeza de que eles vão consertar isso".

Companheiro e compatriota de Hamilton, George Russell, que preside a Associação de Pilotos de GPs (GPDA, na sigla em inglês), acrescentou: "Não é a primeira vez que vemos esses carros históricos soltando óleo".

DEBATE sobre o GP de Las Vegas de F1

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

 

Podcast #256 – Quais as chances do GP de Las Vegas se tornar um fiasco?


ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Hamilton manda possível indireta para Verstappen após GP de Las Vegas
Próximo artigo F1: Leclerc explica por que não parou no último safety car e comenta embate com Verstappen

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil