Incidente na entrada do pit pode tirar vitória de Hamilton

Piloto foi chamado pela FIA à sala dos comissários depois para explicar manobra; Kimi foi punido pela mesma infração em Baku em 2016

Incidente na entrada do pit pode tirar vitória de Hamilton

A vitória de Lewis Hamilton no GP da Alemanha está sendo posta em dúvida, com o piloto da Mercedes convocado para ver os comissários sobre uma potencial violação das regras ao cruzar a grama na entrada dos boxes.

O líder do campeonato mundial atravessou a pit lane de volta à pista durante o período de Safety Car na volta 52 em meio a uma situação confusa sobre a possibilidade de parar novamente ou não.

Suas ações já foram relatadas aos comissários, e, se ele for considerado culpado, terá uma penalidade de tempo que pode derrubá-lo na classificação

O Código Esportivo Internacional da FIA, Apêndice L, Capítulo 4, Artigo 4 d) declara: "exceto em casos de força maior (aceito como tal pelos comissários), o cruzamento, em qualquer direção, da linha que separa a entrada o box e a pista por um carro que entra no pit lane é proibido."

No Azerbaijão em 2016, Kimi Raikkonen fez o mesmo e acabou sendo punido em cinco segundo no tempo de prova.

Confusão

Falando sobre a situação antes da convocação dos comissários, Hamilton disse que a decisão tardia de cortar a pista foi motivada pelo fato de que ele estava tentando fazer o oposto do que Kimi Raikkonen faria.

"Foi muito confuso", disse Hamilton. "Nós viemos na curva 16 e Kimi começou a aparecer, eles me pediram para ir para o box, e eu disse que Kimi estava entrando”.

"Então eles disseram 'fique de fora'. Eu já estava na pista e então comecei a ir até a grama e eles disseram: ‘não, fique dentro’, mas eu já estava de volta na pista."

"Há momentos em que você faz o oposto do carro na frente e eu senti que isso era uma chance de fazer o oposto de Kimi e ganhar terreno na pista. É por isso que eu questionei e finalmente acabou por ser a coisa certa.”

compartilhar
comentários
Sainz diz que GP da Alemanha foi “muito estranho”

Artigo anterior

Sainz diz que GP da Alemanha foi “muito estranho”

Próximo artigo

Raikkonen admite que ordens da Ferrari não foram claras

Raikkonen admite que ordens da Ferrari não foram claras
Carregar comentários