Jos Verstappen, pai de Max, anuncia retorno às pistas após 12 anos

Holandês, que também correu na Fórmula 1, disputará as 24 Horas de Dubai no próximo ano com piloto treinado por ele

Jos Verstappen, pai de Max, anuncia retorno às pistas após 12 anos

O pai de Max Verstappen, Jos Verstappen, anunciou na última semana que voltará a correr profissionalmente. O holandês disputará as 24 Horas de Dubai em 2022 em um Porsche GT3 da equipe GP Elite, relacionada à Red Bull, em um retorno às pistas após 12 anos.

Ele estava parado desde 2009, quando disputou as 24 Horas de Le Mans a bordo de um Aston Martin. O agora ex-aposentado passou boa parte de sua carreira na Fórmula 1, com 107 corridas disputadas e dois pódios. Chegou a ser companheiro de Rubens Barrichello na Stewart e esteve envolvido em um dos acidentes mais assustadores da categoria, quando seu carro pegou fogo no pit stop do GP da Alemanha de 1994.

Leia também:

Jos correrá em dupla com Thierry Vermeulen, jovem piloto de 19 anos que é treinado pelo pai de Verstappen e corre na Porsche Carrera Cup Benelux com bons resultados: já venceu, marcou pole e conseguiu pódio. Ele também é filho de Raymond Vermeulen, que agencia Max.

"É ótimo correr de novo e também será muito bom para Thierry ganhar ainda mais experiência", comentou Jos. "Essa oportunidade funcionou para todos nós. Não tenho certeza se será apenas uma corrida ou se farei mais. Tenho que ver como vou me sentir depois disso."

EXCLUSIVO: JU CERASOLI revela detalhes em TRETAS de Hamilton e Verstappen que não são vistos na TV

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #135: Vitória 100 de Hamilton na F1 chega em momento mais pressionado na carreira?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Albon desmente boatos sobre pressão de Verstappen na Red Bull
Artigo anterior

F1: Albon desmente boatos sobre pressão de Verstappen na Red Bull

Próximo artigo

Circuito de Miami pode receber Indy e Nascar e organização quer mais F1 nos EUA

Circuito de Miami pode receber Indy e Nascar e organização quer mais F1 nos EUA
Carregar comentários