Magnussen critica halo: “simplesmente estranho e irritante”

Dinamarquês crê que pilotos possam vir a ter problemas com “distrações” em alguns tipos de curva

Magnussen critica halo: “simplesmente estranho e irritante”
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-17 at the start of the race
Kevin Magnussen, Haas F1 Team
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-18
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-18
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-18
Carregar reprodutor de áudio

O novo dispositivo de segurança nos cockpits dos carros de Fórmula 1 continua dando o que falar e dividindo opiniões.

O teste de Barcelona desta semana foi a primeira vez que o halo esteve em uso obrigatório. Enquanto alguns antigos críticos disseram que agora aceitam o dispositivo, Kevin Magnussen continua frustrado.

"É muito irritante. Feio. É difícil de entrar no carro, é difícil de sair do carro, é difícil de colocar e tirar o volante. Simplesmente estranho e irritante", disse ele.

Embora ele tenha descartado qualquer problema para ver as luzes de largada, Magnussen sugere que há alguns tipos de curva onde o dispositivo pode ser uma distração.

"Uma vez que você entra em uma curva, tudo bem. Isso porque você olha para os lados e há um pilar no meio, então não há um problema visual para ver as curvas", disse Magnussen.

"Mas você distrai o seu olho obviamente quando você muda de direção em chicanes, e você tem que mover sua visão através do pilar.”

"É um pouco perturbador, mas não é uma preocupação."

Perguntado se poderia ser problemático lado a lado com outro carro, Magnussen disse que as curvas com mudanças de elevação, como a famosa Eau Rouge em Spa, são sua principal preocupação.

"Se você estiver perseguindo alguém na Eau Rouge, você não poderá ver se a pessoa cometeu um erro em cima enquanto você estiver no meio", disse ele. "Você não saberá se ele está na parede ou não.”

"Eu acho o mesmo da curva 1 em Austin, onde há grande elevação. Mas vamos ver."

A IndyCar divergiu da F1 e está testando o windscreen como alternativa ao halo. Magnussen disse que ficaria mais feliz com este outro conceito.

"Parece muito melhor, mas nem mesmo sou fã disso", disse ele. "É melhor do que o nosso halo, mas eu simplesmente não acho que deveria haver nada”.

"Na minha opinião, a Fórmula 1 é um carro aberto e não deve ser fechado. Acho que é errado para a Fórmula 1."

compartilhar
comentários
Quais as maiores tendências de design da F1 em 2018?
Artigo anterior

Quais as maiores tendências de design da F1 em 2018?

Próximo artigo

Wolff nega que Mercedes ceda motores diferentes a clientes

Wolff nega que Mercedes ceda motores diferentes a clientes