Magnussen diz que Kvyat "perdeu a cabeça" em Mônaco

Dinamarquês e russo explicam um dos acidentes que marcaram o GP de Mônaco no domingo

Magnussen diz que Kvyat "perdeu a cabeça" em Mônaco
Daniil Kvyat, Scuderia Toro Rosso STR11 and Kevin Magnussen, Renault Sport F1 Team RS16 make contact
Daniil Kvyat, Scuderia Toro Rosso STR11 and Kevin Magnussen, Renault Sport F1 Team RS16 make contact
Daniil Kvyat, Scuderia Toro Rosso STR11 and Kevin Magnussen, Renault Sport F1 Team RS16 make contact
Kevin Magnussen, Renault Sport F1 Team RE16
Kevin Magnussen, Renault Sport F1 Team RS16
Kevin Magnussen, Renault Sport F1 Team RS16 with a broken front wing
Kevin Magnussen, Renault Sport F1 Team RS16
Carregar reprodutor de áudio

Daniil Kvyat, da Toro Rosso, bateu em Kevin Magnussen na Rascasse, após o dinamarquês ter feito contato com o muro algumas curvas antes. A colisão fez com que o piloto da Renault abandonasse a prova e rendeu a Kvyat uma penalidade de três posições no grid do GP do Canadá.

Após a corrida, o russo insistiu de que não foi o culpado.

"Estávamos correndo, ele me bloqueou duas vezes muito fortemente duas curvas antes e nos tocamos", disse Kvyat.

"Na curva seguinte eu tentei ir por dentro de novo e ele me bloqueou completamente, você sabe. Eu não poderia passar pelo muros, então tive que passar por ele."

No entanto, Magnussen criticou o russo.

"Tive um bom começo de corrida e tomamos uma boa decisão de ir para o pit logo após o Safety Car", disse Magnussen.

"Fomos os únicos a fazer isso, mas era a decisão certa, eu estava muito feliz e a equipe fez um bom trabalho."

"E então, depois que saímos, estávamos em uma boa posição e Kvyat perdeu a cabeça."

"Infelizmente batemos e foi efetivamente o fim da minha corrida. Depois de perder várias voltas, decidimos abandonar."

Magnussen acredita que o acidente lhe custou a chance de um bom resultado depois de ter sido o primeiro a mudar para pneus intermediários pouco antes do carro de segurança ir para a pista.

"Acho que muita gente ainda estava para ir para os pits, portanto eu ganharia várias posições."

"Só sei que ele me bateu por trás. Ele passou por cima de mim. Isso é muito chato, porque acho que estávamos em uma boa posição para conseguir por pontos."

compartilhar
comentários
Ferrari considera atualização no motor para Montreal
Artigo anterior

Ferrari considera atualização no motor para Montreal

Próximo artigo

Análise técnica: como a Mercedes está contratacando rivais

Análise técnica: como a Mercedes está contratacando rivais