McLaren e Mercedes travam disputa jurídica por engenheiro

McLaren toma medidas legais contra a Mercedes em disputa por engenheiro com o qual já teria um contrato de trabalho

McLaren e Mercedes travam disputa jurídica por engenheiro
(L to R): Toto Wolff, Mercedes AMG F1 Shareholder and Executive Director with Eric Boullier, McLaren Racing Director
Jenson Button, McLaren MP4-31
Jenson Button, McLaren MP4-31 on the grid
Jenson Button, McLaren MP4-31
Winner Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W07 Hybrid
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W07 Hybrid
Carregar reprodutor de áudio

Como parte dos esforços para melhorar sua estrutura nessa nova era de parceria com a Honda, a McLaren tem recrutado pessoal de desenvolvimento. E um dos nomes que sucumbiram às ofertas da equipe inglesa teria sido o chefe de dinâmica da Mercedes, o engenheiro Loic Serra.

Mesmo acreditando já poder contar com a nova aquisição,  pois Serra teria assinado um contrato, a McLaren foi surpreendida pelo fato de que o engenheiro não irá mudar de equipe e permanecerá no time alemão.

Especula-se que, numa disputa entre as duas escuderias, a Mercedes convenceu Serra a romper o acordo que a McLaren já dava como certo. 

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, não quis comentar o assunto, mas confirmou a permanência de Serra na equipe alemã. 

Segundo um porta-voz da McLaren, "A questão está sendo tratada de forma jurídica e não desejamos comentar nada até que o processo esteja finalizado".  

Serra foi chefe de performance na BMW Sauber de 2006 a 2010, antes de ir para a Mercedes em 2010 como engenheiro-chefe. Ele foi promovido a chefe de dinâmica em 2013.

Outro caso

Disputas entre equipes por profissionais de alto escalão têm surgido nos últimos tempos. Um caso notório aconteceu em 2014, com uma ação da McLaren contra a Red Bull. Na época, a McLaren acreditava ter um contrato com o expert em aerodinâmica Dan Fallows antes que ele decidisse permanecer na Red Bull. 

A McLaren acusou a Red Bull de forçar Fallows a quebrar seu contrato, mas no final a questão acabou resolvida fora dos tribunais com uma conversa direta entre os chefes Ron Dennis, da McLaren, e Christian Horner, da Red Bull.

compartilhar
comentários
Rosberg: "sempre fico mais forte nos momentos difíceis"
Artigo anterior

Rosberg: "sempre fico mais forte nos momentos difíceis"

Próximo artigo

Williams diz que não vai esperar muito tempo por Button

Williams diz que não vai esperar muito tempo por Button