Miami é o 11º circuito americano a receber a F1; relembre outras pistas que já sediaram GPs nos EUA

Lista será expandida para 12 já no próximo ano com a chegada do GP de Las Vegas

Miami é o 11º circuito americano a receber a F1; relembre outras pistas que já sediaram GPs nos EUA
Carregar reprodutor de áudio

Neste fim de semana, a Fórmula 1 desembarca na Flórida para a primeira edição do GP de Miami, uma etapa que era objetivo de longa data da Liberty Media, e que finalmente vai sair do papel após duas mudanças de local e diversos imbróglios políticos e judiciais.

No final das contas, os arredores do Hard Rock Stadium, casa do Miami Dolphins, será a casa da F1 na cidade, em um circuito de rua mas que passou por grandes reformas e até mesmo construção de locais específicos para a pista.

Leia também:

Com isso, Miami passa a integrar uma seleta lista de pistas americanas que já receberam a F1, sendo a 11ª. Os Estados Unidos são o país com maior número de circuitos usados pela principal categoria do automobilismo mundial, e essa lista já tem data para crescer, quando o GP de Las Vegas se unir ao calendário em novembro do ano que vem.

O mítico circuito de Watkins Glen, no estado de Nova York, tem a distinção de ser o que mais recebeu a F1, sediando 20 edições do GP dos Estados Unidos, e sendo palco de vitórias de grandes nomes do esporte como Jim Clark, Graham Hill, Emerson Fittipaldi, Niki Lauda, Gilles Villeneuve e mais.

Em segundo, vem o Indianápolis Motor Speedway. Lembrado na F1 principalmente pelo fiasco do GP dos Estados Unidos de 2005, quando apenas seis carros disputaram a prova, a pista, uma das mais importantes do automobilismo mundial, recebeu a categoria 19 vezes, sendo dez delas pelas 500 Milhas de Indianápolis.

Atual sede do GP dos Estados Unidos, o Circuito das Américas em Austin receberá a F1 pela décima vez em 2022 e, junto com Miami e Las Vegas, é parte fundamental do projeto da Liberty Media de expansão da categoria em solo americano, um mercado que, por muitos anos, foi objeto de desejo do Mundial, mas sem muito sucesso, até agora.

Confira todos os circuitos americanos que recebem, já receberam ou vão receber a F1:

Watkins Glen
Watkins Glen
1/12

Circuito: 5.430km, horário

GP dos Estados Unidos (1961-1980)

Vencedores: Jim Clark e Graham Hill (3x), Jackie Stewart, Carlos Reutemann e James Hunt (2x), Innes Ireland, Jochen Rindt, Emerson Fittipaldi, François Cervert, Ronnie Peterson, Niki Lauda, Gilles Villeneuve e Alan Jones (1x)

Foto de: LAT Images

Indianapolis Motor Speedway
Indianapolis Motor Speedway
2/12

Circuito: 4.192km, horário

500 Milhas de Indianápolis (1950-1960) e GP dos Estados Unidos (2000-2007)

Vencedores das 500 Milhas: Bill Vukovich (2x), Johnnie Parsons, Lee Wallard, Troy Ruttman, Bob Sweikert, Pat Flaherty, Sam Hanks, Jimmy Bryan, Rodger Ward e Jim Rathmann (1x)

Vencedores do GP dos EUA: Michael Schumacher (5x), Rubens Barrichello, Mika Hakkinen e Lewis Hamilton (1x)

Foto de: Steve Swope / Motorsport Images

Circuito das Américas - Austin
Circuito das Américas - Austin
3/12

Circuito: 5.513km, anti-horário

GP dos Estados Unidos (2012-2019, 2021-Presente)

Vencedores: Lewis Hamilton (5x), Sebastian Vettel, Kimi Raikkonen, Valtteri Bottas e Max Verstappen (1x)

Foto de: Steve Etherington / Motorsport Images

Circuito de Rua de Long Beach
Circuito de Rua de Long Beach
4/12

Circuito: 3.275km, horário

GP do Oeste dos Estados Unidos (1976-1983)

Vencedores: Clay Regazzoni, Mario Andretti, Carlos Reutemann, Gilles Villeneuve, Nelson Piquet, Alan Jones, Niki Lauda e John Watson (1x)

Foto de: Rainer W. Schlegelmilch

Circuito de Rua de Detroit
Circuito de Rua de Detroit
5/12

Circuito: 4.168km, anti-horário

GP de Detroit (1982-1988)

Vencedores: Ayrton Senna (3x), Keke Rosberg, Nelson Piquet, Michele Alboreto e John Watson (1x)

Foto de: LAT Images

Circuito de Rua de Phoenix
Circuito de Rua de Phoenix
6/12

Circuito: 3.720km, anti-horário

GP dos Estados Unidos (1989-1991)

Vencedores: Ayrton Senna (2x) e Alain Prost (1x)

Foto de: LAT Images

Circuito Caesars Palace
Circuito Caesars Palace
7/12

Circuito: 3.650km, anti-horário

GP do Caesars Palace / Las Vegas (1981-1982)

Vencedores: Alan Jones e Michele Alboreto (1x)

Foto de: Ercole Colombo

Sebring Raceway
Sebring Raceway
8/12

Circuito: 8.356km, horário

GP dos Estados Unidos (1959)

Vencedor: Bruce McLaren

Foto de: LAT Images

Riverside International Raceway
Riverside International Raceway
9/12

Circuito: 5.271, horário

GP dos Estados Unidos (1960)

Vencedor: Stirling Moss

Foto de: LAT Images

Dallas Fair Park
Dallas Fair Park
10/12

Circuito: 3.901km, anti-horário

GP de Dallas (1984)

Vencedor: Keke Rosberg

Foto de: LAT Images

Autódromo Internacional de Miami
Autódromo Internacional de Miami
11/12

Circuito: 5.142km, anti-horário

GP de Miami (2022 - Futuro)

Foto de: Charles Bradley

Circuito de Rua de Las Vegas
Circuito de Rua de Las Vegas
12/12

Circuito: 6.120km, anti-horário

GP de Las Vegas (2023 - Futuro)

Foto de: Liberty Media

“MINI-MÔNACO” e pista INCOMUM que “PERDOA ERROS”: a MIAMI que a F1 vai encontrar, por ANDRÉ DUEK

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #176 – A ‘americanização’ da F1 vai contra o DNA da categoria?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Marko não vê Hamilton entre os três melhores do grid atual
Artigo anterior

F1: Marko não vê Hamilton entre os três melhores do grid atual

Próximo artigo

Sucesso de Miami não ameaça as corridas clássicas da F1, avalia CEO da McLaren

Sucesso de Miami não ameaça as corridas clássicas da F1, avalia CEO da McLaren