Fórmula 1
25 set
Corrida em
07 Horas
:
45 Minutos
:
55 Segundos
R
GP de Portugal
23 out
Próximo evento em
25 dias
04 dez
Próximo evento em
67 dias
R
GP de Abu Dhabi
11 dez
Próximo evento em
74 dias

Norris diz que não sabia de punição a Hamilton nas últimas voltas

compartilhar
comentários
Norris diz que não sabia de punição a Hamilton nas últimas voltas
Por:
Co-autor: Luke Smith, Editor

Piloto inglês admitiu que não sabia sobre punição dada a Lewis Hamilton durante corrida

Lando Norris largou na terceira posição, após punição a Lewis Hamilton devido a uma infração de bandeiras amarelas na classificação do sábado. No começo da prova, o jovem britânico caiu para o quinto lugar.

E depois das penalidades a Hamilton, por contato com Alexander Albon, e Sergio Pérez, por excesso de velocidade nos pits, Norris esteve em condições de conseguir um pódio nas últimas voltas.

Uma manobra agressiva sobre Pérez na curva 3 deu a ele ar limpo, que usou para fazer a volta mais rápida da corrida no último giro e terminar a 4s8 de Hamilton, conquistando seu primeiro pódio na F1, em terceiro lugar.

Leia também:

Comentando sobre a corrida, Norris disse: "Estou sem palavras. Acho que em alguns pontos na corrida eu errei bastante.”

"Caí para o quinto lugar com algumas voltas, Carlos [Sainz] estava quase passando por mim. Mas não desisti, consegui passar por Pérez e acabei no pódio.”

"Continuei dando tudo de mim, fiz as últimas voltas bem legais, tentando dar o máximo que podia. Estou um pouco sem fôlego, mas estou muito feliz e orgulhoso da equipe.”

"Considerando onde estávamos alguns anos atrás, acho que é uma conquista muito boa, por isso tenho orgulho de fazer parte dela."

Norris diz que estava ciente da penalidade de Pérez, mas não da de Hamilton naquele momento.

"Nas últimas voltas, quando tive que superar 'Checo', sabia que ele tinha uma penalidade de cinco segundos, mas nada além disso", acrescentou. "Eu sempre parecia ter dificuldades quando estava perto dos carros à frente e mais vulnerável aos caras atrás."

"Então eu sabia, não apenas por causa de Lewis, porque eu não sabia naquele momento que ele tinha uma penalidade, sabia que tinha que tentar passar por ele.”

"E então, quando a punição de Lewis chegou, eu sabia que tinha que aumentar um pouco o ritmo."

A McLaren teve que demitir cerca de 1200 funcionários em toda a empresa durante a quarentena ocasionada pelo coronavírus, que foi duramente atingido pelas consequências financeiras provocadas pela pandemia.

Tudo isso aconteceu meses depois de um membro de sua equipe ser testado positivo para Covid-19 na véspera do GP da Austrália, o que levou à sua retirada da corrida e, finalmente, ao cancelamento definitivo do evento.

O chefe da equipe, Andreas Seidl, observou que "não havia nada melhor" do que o resultado de Norris para a equipe após um "período difícil".

"Obviamente, estou orgulhoso por fazer parte da equipe hoje", disse Seidl à Sky Sports. "Não poderia haver nada melhor para toda a equipe, especialmente após esse período difícil, e resultados como P3 e P5, acho que é simplesmente inacreditável para toda a equipe."

PÓDIO: Reginaldo Leme e Rico Penteado comentam polêmicas e analisam GP da Áustria

PODCAST: Entrevista com Bruno Senna: a trajetória no automobilismo e histórias com tio Ayrton Senna

 

Vettel desabafa após dia difícil na Áustria: "Estou feliz que rodei apenas uma vez"

Artigo anterior

Vettel desabafa após dia difícil na Áustria: "Estou feliz que rodei apenas uma vez"

Próximo artigo

Bottas relata medo por possível quebra na Áustria: "Não foi nada fácil"

Bottas relata medo por possível quebra na Áustria: "Não foi nada fácil"
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Áustria
Pilotos Lando Norris
Autor Lewis Duncan