Por que a MotoGP corre no domingo do início do Ramadã e a F1 não?

Enquanto a F1 não correrá na Arábia Saudita no domingo por causa do Ramadã, a MotoGP correrá no Catar no domingo para sua primeira corrida de 2024; por quê?

Fernando Alonso, da equipe de F1 da Aston Martin, no grid com dignitários sauditas

Mark Sutton / Motorsport Images

A Fórmula 1 realizará sua segunda etapa da temporada de 2024, o GP da Arábia Saudita, no sábado, o que forçou a primeira etapa, o GP do Bahrein, a ser realizada em um sábado. A essa altura, você já deve saber o motivo, e talvez tenha se perguntado por que a MotoGP começa sua temporada em um domingo, com o GP do Catar.

Leia também:

A Arábia Saudita queria evitar que a corrida de F1 coincidisse com o início do Ramadã, que em 2024 será realizado de domingo, 10 de março, a 9 de abril, e por isso solicitou à FOM, há mais de um ano, que originalmente a tornasse a primeira corrida da temporada (o Bahrein foi posterior). E é aí que está a chave e a explicação: os organizadores do GP do Catar não pediram à Dorna que a MotoGP fosse realizada em um sábado, portanto a possibilidade nem sequer foi cogitada.

São os promotores de cada corrida que devem solicitar que as condições habituais das corridas sejam alteradas, que sejam realizadas em outro dia e não no domingo, que sejam realizadas à noite se historicamente foram realizadas durante o dia, ou aspectos semelhantes que os organizadores dos campeonatos, a Dorna no caso da MotoGP e a FOM no caso da Fórmula 1, decidirão atender ou não.

No caso do campeonato mundial de motocicletas, a possibilidade nem sequer foi considerada porque não houve tal solicitação e, embora não haja corrida de F1 no domingo, 10 de março, uma nova e empolgante temporada de MotoGP terá início.

No Catar, assim como na Arábia Saudita, a religião predominante é o Islã e, como tal, eles também celebram o Ramadã com vários eventos. O Ramadã é o nono mês do calendário islâmico que comemora a primeira revelação de Maomé e, em sua religião, é para oração, reflexão e comunidade, com o jejum obrigatório ou serrado (com exceção de pessoas com doenças crônicas, mulheres grávidas, lactantes ou outros casos) até o pôr do sol, ou seja, do nascer ao pôr do sol.

Sua observância é um dos Cinco Pilares do Islã, mas o fato é que o horário de jejum do dia não coincidirá com a corrida de MotoGP, portanto, os participantes locais da corrida, por ser um Grand Prix noturno, não serão proibidos de ingerir líquidos e alimentos no circuito de Losail (embora o álcool apenas em locais específicos).

GUERRA! JOS Verstappen DISPARA CONTRA HORNER: "Vai EXPLODIR" a Red Bull

O que a F1 pode fazer para que o domínio de Max não seja desinteressante?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Kovalainen interrompe carreira para cirurgia cardíaca delicada
Próximo artigo F1 - Massa sobre Jos Verstappen: “Não acho correto pai de piloto falar algo que não é do trabalho dele”

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil