F1: Kovalainen interrompe carreira para cirurgia cardíaca delicada

Ex-companheiro de Lewis Hamilton na McLaren, nos anos de 2008 e 2009, descobriu problema hereditário durante exames antes de nova temporada nos ralis

Heikki Kovalainen, JBXE

Colin McMaster / Motorsport Images

Ex-piloto de Fórmula 1 e atual campeão japonês de ralis, Heikki Kovalainen revelou que terá que suspender sua carreira no automobilismo devido a graves problemas de saúde.

Leia também:

No final do ano passado, Kovalainen realizou exames mais completos antes da próxima temporada de ralis. Os médicos detectaram um aumento da aorta em seu coração, o que o forçou a suspender suas atividades. Ele foi proibido de fazer qualquer grande esforço físico.

“No final da temporada passada resolvi fazer testes minuciosos. Eu só queria verificar se tinha algum problema grave e de repente fui diagnosticado com algo assim, disse Kovalainen ao Iltalehti.

Kovalainen, com 42 anos, encara esses graves problemas de saúde com calma, mesmo sabendo que o procedimento será delicado. Seu coração ficará parado por um curto período.

“É uma doença hereditária sobre a qual não posso fazer nada. É bom que isso tenha sido detectado agora. Normalmente esse problema é assintomático, exceto na primeira ocorrência, e geralmente na última, o que indica uma ameaça à vida.”

Como a sua condição exige uma cirurgia cardíaca, Kovalainen percebe que a parte mais difícil ainda está por vir. Porém, ele terá que passar por uma cirurgia porque seu desejo é continuar competindo.

A recuperação levará meses, por isso, no momento, a carreira do ex-piloto de F1 em ralis está suspensa.

“É uma pena ter esses problemas, porque tínhamos algumas coisas legais planejadas para esta temporada. O programa era defender o título do campeonato no Yaris Rally2 no Japão. Além disso, planejamos vários ralis de asfalto nos campeonatos europeu e mundial”, disse ele.

“Minha equipe está ciente da situação. Tive a garantia de que assim que puder voltar às corridas os planos serão retomados”, disse. “Vá e façam exames. Quando detectado no momento certo, medidas podem ser tomadas”, enfatizou. “Sou um bom exemplo disso.”

GUERRA! JOS Verstappen DISPARA CONTRA HORNER: "Vai EXPLODIR" a Red Bull

O que a F1 pode fazer para que o domínio de Max não seja desinteressante?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior GP da Arábia Saudita de F1: Horários e como assistir à etapa de Jeddah no sábado, com F2 e F1 Academy
Próximo artigo Por que a MotoGP corre no domingo do início do Ramadã e a F1 não?

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil