Red Bull: alcançar Mercedes depende de modo de motor no Q3

Christian Horner crê que agora depende da Renault apresentar melhorias no modo de classificação do motor para que a Red Bull possa desafiar Mercedes e Ferrari com regularidade pelo restante da temporada

Red Bull: alcançar Mercedes depende de modo de motor no Q3
Christian Horner, Red Bull Racing RB13 Team Principal on the pit wall gantry
Christian Horner, Team Principal, Red Bull Racing
Max Verstappen, Red Bull Racing RB13, aero sensor
Max Verstappen, Red Bull Racing RB13, Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08
Christian Horner, Red Bull Racing Team Principal and Jerome Stoll, Director of Renault Sport F1
Max Verstappen, Red Bull Racing RB13, Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08, Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso STR12
Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W08, Max Verstappen, Red Bull Racing RB13, Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08
Max Verstappen, Red Bull, Daniel Ricciardo, Red Bull Racing, in Parc Ferme
Pierre Gasly, Red Bull Racing RB13

A Red Bull vem obtendo ganhos significativos em termos de aerodinâmicos na temporada 2017 da Fórmula 1 desde que resolveu problemas de correlação no túnel de vento.

Embora o ritmo de corrida seja aparentemente tão bom quanto o de Mercedes e Ferrari, Christian Horner, chefe da Red Bull, acredita que ainda existe um elemento que compromete as possibilidades do time nas classificações: os modos de motor no Q3, aspecto no qual ele vê as rivais em vantagem.

Tendo isso em mente, Horner crê que agora depende mais da Renault do que da Red Bull dar o passo à frente para brigar definitivamente por vitórias.

"O carro está cada vez mais forte em condições de corrida, tivemos um desempenho bastante competitivo na Hungria", disse Horner quando questionado sobre o papel da Renault nas esperanças do time para a segunda metade da temporada.

"Se conseguimos encontrar um pouco mais de performance no motor, as coisas vão melhorar. Na classificação na Hungria, Max (Verstappen) foi o segundo no Q1 e no Q2, mas no Q3 você precisa de potência extra para estar no mesmo nível de nossos principais rivais", disse.

Perguntado se esperava grandes mudanças no motor neste ano, com a Renault focada na unidade de potência para 2018, Horner respondeu: "Creio que você precisa conversar com nossa fornecedora de motores para entender o que eles pensam sobre isso."

A situação dos motores deixa Horner cético quanto às possibilidades da Red Bull nas próximas etapas, ainda que a pista em Spa-Francorchamps permita ultrapassagens.

"Espero que tenhamos desempenho razoável por lá", disse. "Na Áustria fomos satisfatoriamente competitivos, especialmente no domingo."

"No sábado, vamos sofrer. Imagino nossos carros em quinto e sexto na classificação e mais velozes do que isso no domingo. O que posso dizer sobre Spa é que você consegue ultrapassar por lá", completou.

compartilhar
comentários
Pirelli pode criar sexto composto para F1 em 2018
Artigo anterior

Pirelli pode criar sexto composto para F1 em 2018

Próximo artigo

Hamilton vê Ferrari cedendo menos pontos que Mercedes

Hamilton vê Ferrari cedendo menos pontos que Mercedes
Carregar comentários