Fórmula 1
R
GP da Austrália
12 mar
-
15 mar
Próximo evento em
46 dias
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
53 dias
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
67 dias
16 abr
-
19 abr
Próximo evento em
81 dias
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
95 dias
07 mai
-
10 mai
Próximo evento em
102 dias
21 mai
-
24 mai
Próximo evento em
116 dias
R
GP do Azerbaijão
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
130 dias
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
137 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
151 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
158 dias
R
GP da Grã-Bretanha
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
172 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
186 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
214 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
221 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
235 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
242 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
256 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
270 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
277 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
291 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
305 dias

Russell diz que nova Williams parece “estável” apesar dos atrasos

compartilhar
comentários
Russell diz que nova Williams parece “estável” apesar dos atrasos
Por:
21 de fev de 2019 20:33

Novato britânico diz que teve “boa impressão” do FW42 nos testes de pré-temporada, em Barcelona, mas admite que carro ainda não está no limite

Carro da Williams para 2019, o FW42 chegou atrasado aos testes de pré-temporada, em Barcelona, e deu suas primeiras voltas somente na tarde de quarta-feira, encerrando a primeira semana de experiências na pista com bem menos rodagem que os concorrentes.

Depois de estrear no volante da equipe de Grove na quarta, George Russell reassumiu o posto de Robert Kubica na tarde desta quinta-feira e, como o companheiro, andou com o carro equipado de aparatos aerodinâmicos para coleta de dados. O novato também correu sem os equipamentos, mas deu apenas 17 voltas no total do dia.

Leia também:

“Para ser honesto, o carro pareceu legal e estável, tive uma boa impressão”, disse o inglês. “No momento, não estou no limite. Ainda não conheço os limites do carro. Não vou pilotar com tudo para testá-lo ainda”.

“Até que eu tenha tirado tudo do carro, será difícil saber em que ponto estamos ou todas as limitações em que temos de melhorar. Mas foi muito importante conseguir alguma quilometragem e sentir o carro. Embora eu tenha dado somente 11 voltas decentes, foi bom para ter compreensão do estágio em que estamos, das limitações, e do que precisamos trabalhar nas próximas semanas”.

A melhor volta de Russell ficou 3s6 atrás do 1min17s393 cravado pelo ponteiro, Nico Hulkenberg, da Renault, e 1s3 à frente do último tempo, marcado por Lance Stroll com o Racing Point RP19.

Assim como Kubica, que disse que o FW42 estava rodando num estado “comprometido”, Russell admitiu que a equipe ainda não está rodando o carro definitivo de 2019.

“Definitivamente não estamos no estágio final e temos trabalhado para otimizar tudo. Por ter sido tudo no último minuto, as coisas não estavam 100%, e foi apenas um jeito de tentar levar o carro à pista de qualquer forma possível, na verdade. Isso foi importante por si só. Acho que precisamos trabalhar duro no fim de semana para garantir que estejamos correndo na terça-feira que vem e tentar acumular quilometragem”.

“Obviamente, estamos um passo atrás dos outros em termos de experimentos, mas tenho total confiança em nosso pessoal, e temos que fazer o nosso máximo agora”.

Próximo artigo
Red Bull espera contar com Verstappen "mais maduro" na F1

Artigo anterior

Red Bull espera contar com Verstappen "mais maduro" na F1

Próximo artigo

Que conclusões podemos chegar após 1ª semana de testes da F1?

Que conclusões podemos chegar após 1ª semana de testes da F1?
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos George Russell
Equipes Williams
Autor Adam Cooper