Stewart rebate Hamilton, afirma estar "desapontado" com crítica e cita dominação da Mercedes

Tricampeão afirmou que não quer reduzir tamanho da conquista de Hamilton e questiona se é possível falar que há um melhor de todos os tempos

Stewart rebate Hamilton, afirma estar "desapontado" com crítica e cita dominação da Mercedes

Após empatar com Michael Schumacher como os pilotos com mais vitórias na história da Fórmula 1, o hexacampeão Lewis Hamilton questionou algumas críticas que recebe de campeões do passado sobre suas marcas na categoria. Mas o tricampeão Jackie Stewart respondeu, afirmando que o fato de Hamilton achar que eles tentam diminuí-lo o entristece.

Leia também:

Com a vitória no GP de Eifel, disputado no último domingo em Nurburgring, Hamilton tem agora 91 triunfos, o mesmo número de Schumacher, e o panorama atual e futuro da categoria o colocam em posição favorável para assumir e estender a liderança nesse recorde, que era visto como inalcançável por muitos anos.

Em coletiva após a corrida, Hamilton destacou a importância da trajetória de um piloto, afirmando que ninguém deveria ser criticado pelo modo como atingem as marcas e conquistas. Veja mais detalhes no vídeo e no texto abaixo:

"Você poderia ser lembrado por ter os maiores números e isso seria algo legal, mas o importante é a caminhada, a maneira como você faz as coisas e os obstáculos que você encarou".

"Cada um tem sua jornada e não acho que deveriam criticar ninguém pela maneira como você faz as coisas, mas muito fazem isso. Especialmente pilotos mais velhos, que ainda têm algum problema comigo - não sei por que, mas talvez um dia eles vão superar".

"Tenho muito respeito pelas lendas do esporte, embora eles teimem em falar mal de mim o tempo todo. Mas ainda o considero grandes porque sei que, na época deles, enfrentaram muitas dificuldades. Eram outros tempos e eles se mantiveram como lendas", seguiu Hamilton.

Após as declarações de Hamilton, Jackie Stewart foi procurado pela Press Association e explicou que, na verdade, não está diminuindo os feitos do piloto da Mercedes.

"Não estou diminuindo ele e fico desapontado ao saber que ele acha que estou. O que teria a ganhar com isso? Tenho 81 anos de idade. O que aconteceu é que fui perguntado se eu achava que, por se tornar o piloto mais vitorioso de todos os tempos, Hamilton também se tornaria o maior de todos".

"Eu disse que era difícil afirmar isso. Para mim, o maior de todos é Juan Manuel Fangio, seguido de Jim Clark. Mas, outra questão: é correto dizer que alguém é o melhor de todos? Messi é melhor que Pelé ou Sir Stanley Matthews, que era o melhor quando eu era uma criança? Roger Federer é melhor que Rod Laver?".

"São eras diferentes. Você pode dizer que Lewis é o melhor de sua época, e isso não significa que estou diminuindo ele, de modo algum. Ele está fazendo um trabalho incrível, e é diferente de Niki Lauda, de Jackie Stewart, de Jim Clark, de Graham Hill".

"As conquistas de Lewis são incríveis, mas ele está pilotando o melhor carro do mundo, e tem sido assim há algum tempo. Não tenho nada contra Fangio ou Clark, mas quando bati os recordes deles, eu estava muito feliz por ter conseguido isso. Mas, para mim, eles seguem sendo meus heróis e não me acho melhor que eles".

"Lewis tomou a decisão correta de mudar da McLaren para a Mercedes. Tiro o chapéu para ele. Fez a coisa certa. Mas ele é melhor que Fangio, que venceu cinco títulos com quatro equipes? Ou melhor que Jim Clark ou Michael Schumacher? Não dá para dizer isso".

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre F1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

Hamilton 'dá o troco' em Stewart e cia e elege maior 'drama' de sua carreira na F1

PODCAST: A F1 perde força com a saída da Honda?

 

compartilhar
comentários
F1: Red Bull vê Hulkenberg como opção para vaga de Albon em 2021 e comenta situação de Tsunoda

Artigo anterior

F1: Red Bull vê Hulkenberg como opção para vaga de Albon em 2021 e comenta situação de Tsunoda

Próximo artigo

F1: Alonso elogia carro após teste e projeta performance da Renault em 2021

F1: Alonso elogia carro após teste e projeta performance da Renault em 2021
Carregar comentários