Fórmula 1
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
73 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
87 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
94 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
122 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
150 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
157 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
171 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
178 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
192 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
206 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
213 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
227 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
241 dias

Stroll: sou um piloto muito mais completo hoje do que há um ano

compartilhar
comentários
Stroll: sou um piloto muito mais completo hoje do que há um ano
29 de dez de 2018 15:02

Canadense considera que progrediu intensamente pelo simples fato de ter obtido mais quilometragem e insiste que ainda está longe de atingir seu potencial

Lance Stroll considera que se tornou um piloto muito mais completo do que era há um ano, mas ponderou que não conseguiu demonstrar isso em 2018 devido ao conjunto da Williams.

Stroll e seu parceiro de equipe, Sergey Sirotkin, tiveram temporada complicada pela equipe inglesa, já que ambos tiveram dificuldades para ocupar consistentemente uma posição na zona de pontos.

Apesar de ter uma campanha estatisticamente mais discreta do que em 2017, o canadense insiste que progrediu massivamente como piloto, embora isso tenha ficado escondido pelas limitações do carro.

“Não acho que seja justo comparar as duas temporadas ou julgar o ano no geral. Foi uma temporada de apagar incêndio”, disse Stroll, segundo o site RaceFans.

“No geral, acredito sim que sou um piloto mais completo hoje do que eu era há um ano. Mas acho que não pude demonstrar isso devido ao conjunto. Essa é a natureza do esporte, é assim que as coisas acontecem às vezes e é preciso aceitar isso enquanto piloto.”

Stroll explicou que a simples bagagem de uma segunda temporada na F1 foi suficiente para impulsionar seu crescimento técnico.

“Eu diria que o principal é simplesmente a experiência”, disse. “Aprendi muito com outra temporada na F1, nas horas com os engenheiros, expandindo meu conhecimento sobre F1, os pneus, as corridas, classificação. Com mais tempo no carro, aprendemos muito, então isso está longe de acabar.”

“Acabei de completar 20 anos e ainda acredito que estou muito longe de atingir meu potencial completo. Em todos anos tento trabalhar nisso. Durante as férias, vou refletir e trabalhar em minhas fraquezas para aumentar minhas forças.”

Em 2019, Stroll deixa a Williams e se juntará à Force India, correndo ao lado de Sergio Pérez.

Próximo artigo
Red Bull diz que tentou de tudo para manter Ricciardo

Artigo anterior

Red Bull diz que tentou de tudo para manter Ricciardo

Próximo artigo

Para Bottas, Williams não merece estar no fundo do grid

Para Bottas, Williams não merece estar no fundo do grid
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Lance Stroll Compre Agora