Fórmula 1
04 set
Próximo evento em
21 dias
R
GP da Toscana
11 set
Próximo evento em
28 dias
R
GP de Singapura
17 set
Canceled
R
GP da Rússia
25 set
Próximo evento em
42 dias
R
GP do Japão
08 out
Canceled
R
GP dos Estados Unidos
23 out
Canceled
R
GP do México
30 out
Canceled
R
GP do Brasil
13 nov
Canceled
R
GP de Abu Dhabi
27 nov
Próximo evento em
105 dias

VÍDEO: Há 3 anos, Vettel batia em Hamilton de propósito em Baku; relembre

compartilhar
comentários
VÍDEO: Há 3 anos, Vettel batia em Hamilton de propósito em Baku; relembre
25 de jun de 2020 16:37

Alemão da Ferrari ficou irritado com o britânico da Mercedes e deu um 'chega pra lá' no piloto adversário

No dia 25 de junho de 2017, há exatos três anos, uma 'cena lamentável' ocorria no GP do Azerbaijão de Fórmula 1, uma das corridas mais malucas da história recente da categoria máxima do automobilismo mundial.

Durante um safety car, o britânico Lewis Hamilton liderava a prova com a Mercedes, seguido de perto pelo alemão Sebastian Vettel, da Ferrari. Andando lentamente atrás do carro de segurança, o então tricampeão mundial ditava o ritmo do pelotão, logo à frente de seu rival.

Leia também:

Entretanto, ao fazer uma curva fechada no sinuoso circuito de rua de Baku, Hamilton acabou atingido por trás pela Ferrari de Vettel. O toque não teve maiores consequências para os carros, mas irritou o piloto germânico, que deixará a escuderia no fim de 2020.

Logo após tocar na Mercedes de Hamilton, o tetracampeão levantou as mãos em protesto e partiu para uma atitude questionável: emparelhou lateralmente com o rival e bateu na Flecha de Prata do britânico, como se vê no vídeo abaixo.

 

Pelo rádio, logo após o incidente, Vettel acusou Hamilton de frear demais propositalmente. Já o britânico reclamou da 'vingança' do alemão. Depois da corrida, os dois pilotos foram questionados sobre o ocorrido.

"A conduta de pilotagem de um tetracampeão mundial hoje não foi certa, não foi correta", criticou Hamilton. Já Vettel afirmou: "Não tenho problemas com ele, mas sua ação na pista não foi ok e acho que foi isso que eu disse para ele também".

No fim das contas, o GP do Azerbaijão de 2017 acabou vencido pelo piloto australiano Daniel Ricciardo, então na Red Bull. O pódio foi completado pelo finlandês Valtteri Bottas, já na Mercedes, e pelo canadense Lance Stroll, que corria pela Williams.

VÍDEO: Vettel deu vexame na Ferrari? Alemão foi pior que Alonso na escuderia?

PODCAST Motorsport.com discute notas polêmicas do game F1 2020; ouça o bate-papo

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Grosjean não descarta entrar na luta pela vaga de Ricciardo na Renault: "Seria uma história legal"

Artigo anterior

Grosjean não descarta entrar na luta pela vaga de Ricciardo na Renault: "Seria uma história legal"

Próximo artigo

Hamilton lamenta ausência de fãs nos autódromos e diz que essa será a "temporada mais difícil de todas"

Hamilton lamenta ausência de fãs nos autódromos e diz que essa será a "temporada mais difícil de todas"
Carregar comentários